PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Bicampeã olímpica tem oponente definida em evento de fim de ano da PFL

Ag. Fight

23/11/2018 06h00

A bicampeã olímpica Kayla Harrison lutará contra Moriel Charneski no evento da PFL (Professional Fighters League) do próximo dia 31 de dezembro, em Nova York (EUA). Deste modo, a judoca americana e a sua nova adversária se juntarão ao card que contará ainda com 12 atletas que disputarão o prêmio de 1 milhão de dólares (R$ 3,7 milhões) na arena montada no 'Madison Square Garden', conforme foi divulgado pelo site da 'ESPN' americana.

Enquanto Charneski realizará seu duelo de estreia na organização, este será o terceiro embate de Harrison no PFL, única liga de MMA da qual fez parte até hoje. Recém-chegada à modalidade, a judoca campeã nos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e Rio 2016 venceu os dois confrontos que realizou este ano, quando finalizou Brittney Elkin, em junho, e nocauteou Jozette Cotton, em agosto.

Mais experiente nas artes marciais mistas, a nova rival da medalhista olímpica já realizou sete combates na modalidade, mas venceu apenas em três oportunidades. Apesar da carência de resultados positivos no cartel profissional, a peso-leve (70 kg) Moriel Charneski nocauteou Sarah Patterson ainda no segundo round em seu último desafio no MMA, em dezembro de 2017.

O PFL 11 contará com as finais dos do torneio dos pesos-penas (66 kg), leves (70 kg), meio-médios (77 kg), médios (84 kg), meio-pesados (93 kg) e pesados, em que cada vencedor levará 1 milhão de dólares (aproximadamente R$ 3,81 milhões) para casa. Três brasileiros foram confirmados entre os atletas que disputarão o prêmio milionário no evento do último dia do ano: Natan Schulte, Vinny Magalhães e Philipe Lins.

Esporte