PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Empresário de Lesnar diz que luta com Cormier só depende de bolsa oferecida pelo UFC

Ag. Fight

21/11/2018 13h44

Os rumores de um possível duelo entre Daniel Cormier e Brock Lesnar ganharam força nessa terça-feira (20). Isso porque, Paul Heyman, empresário do astro da WWE, afirmou em entrevista ao site 'TMZ Sports' que seu atleta precisaria de apenas duas condições para enfrentar o campeão dos pesos-pesados do Ultimate. A primeira seria que 'DC' aceitasse o duelo, e a segunda está relacionada ao valor a ser pago pelo Ultimate ao ex-detentor do cinturão da categoria mais pesada do MMA.

Portanto, é possível afirmar que o único empecilho para uma superluta entre DC e Lesnar é o valor da bolsa oferecida para o astro de telecatch. Até porque a primeira condição já está garantida, uma vez que Cormier declarou repetidas vezes o interesse em encerrar sua carreira com um duelo contra Brock.

"Desde que o Daniel Cormier tenha coragem de entrar no octógono e colocar seu título em jogo contra Brock Lesnar, e o UFC venha com o dinheiro para o Brock Lesnar, eu não vejo nada que impeça Lesnar de aceitar essa luta", declarou Heyman, empresário do astro da WWE.

E no que diz respeito aos prazos, o combate também é possível, pelo menos no papel. Brock Lesnar cumpre suspensão aplicada pela USADA (agência americana antidoping) e estará livre para atuar em janeiro de 2019. Já Cormier declarou que se aposentará em março do mesmo ano, quando completa 40 anos de idade. Logo, o embate entre os dois é plausível para esse período - primeiro trimestre.

Outra alternativa de oponente para DC fechar sua carreira com chave de ouro seria Jon Jones. O ex-campeão dos meio-pesados (93) do UFC é o único atleta que conseguir derrotar o wrestler ao longo de sua carreira - Cormier soma 22 vitórias, uma derrota e um 'no contest' (luta sem resultado), justamente em seu segundo confronto contra 'Bones', que na ocasião foi flagrado no doping.

Esporte