PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Após polêmica no UFC Belém, 'Pedrita' retorna ao octógono em 2019

Ag. Fight

21/11/2018 15h26

Priscila 'Pedrita' retornará ao octógono do UFC no dia 16 de março de 2019, quando enfrentará Molly McCann, em Londres (Inglaterra), naquele que será o seu segundo desafio na organização. A peso-mosca (57 kg) brasileira estreou no Ultimate em fevereiro deste ano, em Belém, mas a experiente Valentina Shevchenko não lhe deu qualquer chance de vencer. Na ocasião, a luta ficou marcada pela atuação contestável do árbitro Mário Yamasaki, que demorou para interromper o massacre aplicado pela atleta quirguistanesa.

Em seguida, Dana White, presidente do UFC, chegou a declarar que o juiz não atuaria mais nos eventos do Ultimate, o que de fato aconteceu. Após o confronto, 'Pedrita' teve que se submeter a uma cirurgia no joelho, o que a afastou por aproximadamente seis meses dos treinos. Recuperada, a atleta agora tem duelo agendado para Londres - a informação foi publicada em primeira mão pelo site 'Combate.com' e confirmada pela reportagem da Ag. Fight com fontes próximas à organização do show.

Em Belém, apesar da derrota, a lutadora carioca contou com o apoio da torcida brasileira presente no evento, o oposto do que deve ocorrer na capital inglesa, já que McCann é natural de Liverpool, uma das maiores cidades do país. Aos 28 anos, Molly também irá em busca do seu primeiro triunfo no Ultimate, pois foi superada por Gillian Robertson em sua estreia, em maio. Ao longo da carreira profissional no MMA, a lutadora somou sete vitórias e apenas duas derrotas.

Já 'Pedrita', natural de Niterói, no Rio de Janeiro, estava invicta antes de sofrer o revés para Schevchenko. Além da derrota, a atleta da academia Paraná Vale Tudo (PVT) somou, até então, oito resultados positivos em sua trajetória como profissional nas artes marciais mistas.

Esporte