PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ponzinibbio desafia Tyron Woodley, que pede paciência: "continue vencendo"

Ag. Fight

18/11/2018 13h21

Santiago Ponzinibbio triunfou sobre Neil Magny no UFC Buenos Aires e chegou à sétima vitória consecutiva na organização, mas o atual décimo colocado no ranking dos meio-médios (77 kg) quer ir além. Após o duelo deste sábado (17), o argentino concedeu entrevista à emissora americana 'Fox  Sports' e desafiou o campeão Tyron  Woodley. E o dono do cinturão da categoria, que estava escalado como comentarista do canal, respondeu que não teria problemas em enfrentá-lo, mas que ele terá de esperar, já que há outros atletas na sua frente.

A categoria dos meio-médios realmente passa por um período movimentado. Kamaru Usman - que enfrenta Rafael dos Anjos no dia 30 de novembro - é um cotado como próximo desafiante ao título. Colby Covington, campeão interino da divisão, é outro que ainda precisa enfrentar o campeão em um combate pela unificação do cinturão. Deste modo, Santiago, provavelmente, teria que aguardar a definição de tais duelos antes de ter uma chance pelo título, apesar de já se colocar como merecedor da disputa.

"Eu acho que mereço a disputa do título. Eu mereço lutar contra Tyron Woodley. E eu sei que posso acabar com ele", ressaltou Ponzinibbio, durante entrevista após a luta. E 'T-Wood', que estava no estúdio da emissora, prontamente respondeu ao argentino: "Entre na fila. (...) Continue lutando, continue ganhando. Há muitos caras que querem lutar comigo que estão na sua frente, então continue vencendo. Eu não irei a lugar nenhum. Ficarei aqui por um bom tempo".

Aos 32 anos, Santiago Ponzinibbio já não sabe o que é uma derrota desde junho de 2015, quando foi superado por Lorenz Larkin. Desde então derrotou alguns nomes de destaque na categoria, como Gunnar Nelson e, agora, Neil Magny. Agora focado em disputar o título, o argentino já acumulou 27 vitórias e apenas três derrotas ao longo da carreira profissional como lutador de MMA.

Esporte