PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Demetrious revela que saudosismo pelo Pride o motivou a trocar UFC por ONE

Ag. Fight

29/10/2018 12h35

Demetrious Johnson revelou alguns motivos que o motivaram a trocar o UFC pelo ONE Championship - a maior liga de MMA da Ásia - e, dentre eles, estaria a possibilidade de competir nos mesmos locais em que ocorriam os shows do Pride. Durante teleconferência realizada nesse domingo (28), 'Mighty Mouse' destacou que já tinha, há algum tempo, o desejo de dar um novo rumo à carreira e que a oportunidade de lutar no continente onde ocorria a extinta organização asiática não poderia ser deixada de lado.

Johnson ressaltou que, quando mais novo, acompanhava o Pride, liga japonesa da qual faziam parte grandes atletas como Fedor Emelianenko, Rodrigo 'Minotauro' e Wanderlei Silva e, por isso, nutria interesse em lutar nos mesmo ginásios em que eles se tornaram ídolos. O ex-campeão dos pesos-moscas (57 kg) do UFC ainda apontou que competirá em uma nova categoria, já que o ONE não utiliza as mesmas divisões de peso que o Ultimate.

"Em determinado momento, senti que ainda sou muito jovem e queria tentar algo diferente na minha carreira. Eu sempre quis viajar pelo mundo e competir. Cresci assistindo artes marciais mistas asiáticas no Pride. Ter a oportunidade de viajar para a Ásia em uma nova categoria de peso, é algo que eu não poderia deixar passar. (...) Agora sou um atleta do ONE e estou ansioso para ver o que acontecerá", contou, de acordo com o site 'MMA Fighting'.

Demetrious destacou também que a contrapartida da sua ida para o ONE foi a chegada de Ben Arskren ao UFC, uma vez que ambos ainda tinham contratos vigentes com suas respectivas organizações. Deste modo, ocorreu uma histórica transação entre lutadores, o que, para Johnson, deve ser apenas a primeira de outras trocas que ainda estão por vir.

"Há várias pessoas envolvidas nisso: First Round Management, ONE Championship, Chatri Sityodtong, Matt Hume, o UFC... Foi um coletivo, pessoas se juntando e fazendo isso acontecer. E até mesmo Ben Askren. Então, acho isso ótimo. Acredito que se os lutadores quiserem ser negociados e competir em diferentes organizações, devem ter essa opção", concluiu.

Aos 32 anos, Demetrious Johnson conquistou o cinturão inaugural dos moscas do Ultimate em setembro de 2012, quando derrotou Joseph Benavidez. Desde então, o americano defendeu o título com sucesso em 11 oportunidades - um recorde na organização - antes de perder o título para Henry Cejudo em agosto deste ano. Até hoje, ele acumulou 27 triunfos, três derrotas e um empate como lutador profissional de MMA.

Esporte