PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Daniel Cormier perde a linha com Jon Jones: 'Trapaceiro e espião'

Daniel Cormier com o cinturão do UFC - Sam Wasson/Getty Images/AFP
Daniel Cormier com o cinturão do UFC Imagem: Sam Wasson/Getty Images/AFP

Ag. Fight

28/09/2018 13h40

O clima entre Daniel Cormier e Jon Jones não poderia estar pior. Depois de receber uma branda punição de 15 meses após seu novo flagra em um exame antidoping, o ex-campeão dos meio-pesados (93 kg) despertou instantânea reação de revolta em seu arquirrival, que desde então passou a ignorar as ligações da USADA (agência antidoping americana). E nesta sexta-feira (28), um bate-boca público entre eles explicitou um cenário de nervos à flor da pele.

Provocado por Jones, que declarou que as negativas de atender os pedidos da agência eram sintomas da decepção do rival ao saber que jamais seria o campeão de fato, Cormier perdeu a linha. Pelas redes sociais, o atual campeão dos meio-pesados e dos pesados do UFC publicou um apanhado de dez imagens em que 'Bones' aparece ou sendo preso ou respondendo aos seus processos com a Justiça Americana, além de fotos em que ele responde sobre os flagras em exames antidoping. Na sequência, uma agressiva legenda fez da mensagem uma grave acusação.

"Fui testado 70 vezes e nunca vacilei uma vez. Como você explica isso? E acima de todas as trapaças que você fez no UFC 182, UFC 200 e UFC 214, é como uma bola de neve. Você é um espião. Você acha que você foi o único que recebeu essa oferta? Você é apenas desprezível e baixo o suficiente para aceitar. Qual dos seus amigos você entregou para ter esse acordo ridículo da USADA? Eu achava que não tinha nada pior que um traidor, mas surpreendentemente você me mostrou um outro nível. Você é um traidor e um espião", acusou Cormier.

A declaração de DC é referente ao acordo de Jones. Depois de suspender o atleta, a USADA revelou que a pena foi reduzida após o atleta concordar em colaborar com a agência em investigações de forme permanente, podendo, em caso de recuo dessa prática, aumentar a suspensão em até 30 meses. A partir daí, rumores de que 'Bones' teria, na verdade, delatado amigos e parceiros de treino não demoraram a aparecer.

No entanto, os detalhes do acordo entre o lutador e a entidade são secretos e talvez jamais se tornem públicos. Resta agora saber se Cormier e Jones se enfrentarão pela terceira vez no octógono. Apto a competir a partir do final de outubro, o ex-campeão foi vetado por Dana White de fazer a luta principal do UFC Nova York, no dia 3 de novembro. Por sua vez, DC garantiu que só fará mais duas lutas de MMA antes de pendurar as luvas e uma delas seria contra Brock Lesnar, na divisão dos pesados.

MMA