PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Preso por estupro, ex-campeão mundial de boxe paga fiança de R$ 400 mil

Ag. Fight

27/09/2018 13h38

Ex-campeão mundial pelo Conselho Mundial de Boxe (WBC) e pela Organização Mundial de Boxe (WBO), Victor Ortiz foi retirado do seu combate contra John Molina Jr., previamente agendado para o próximo sábado (22), após ser condenado por estupro. Preso na última terça-feira, o atleta pagou fiança de 100 mil dólares (cerca de R$ 400 mil) e e responderá em liberdade.

De acordo com informações do jornal Los Angeles Times, o crime teria acontecido no dia 19 de março, no estado americano da Califórnia. Desde então, o atleta se defendia judicialmente em liberdade das três acusações anexadas ao caso ? sua próxima audiência está marcada para o dia 10 de outubro.

Essa é a terceira vez que o atleta de 31 anos é preso. Em 2015, acusado de agressão enquanto portava uma arma, o americano foi condenado a três anos de liberdade condicional. No ano seguinte, ele foi para a prisão por dirigir com níveis de álcool no sangue acima do permitido.

Ortiz chegou ao estrelato do mundo o boxe ao bater Andre Berto em 2011 e conquistar o título dos meio-médios do Conselho Mundial de Boxe. Na sequência, ele enfrentou Floyd Mayweather e acabou nocauteado no quarto round, resultado que deu início à uma fase inconstante em sua carreira. Em sua última aparição nos ringues, ele empatou com Devon Alexander, em fevereiro deste ano, e chegou ao cartel de 32 triunfos, seis derrotas e outros três empates.

Esporte