PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Valentina Shevchenko aponta superioridade na luta em pé diante de Joanna Jedrzejczyk

Ag. Fight

26/09/2018 13h14

Valentina Shevchenko garante que leva vantagem no combate em pé diante da ex-campeã do UFC Joanna Jedrzejczyk. Para tanto, a atleta do Quirquistão e se baseia no fato de, de acordo com sua análise, possuir maior número de variações de golpes, como chutes altos e giratórios, habilidades que herdou da época em que competia no muay thai. Em tal período, inclusive, 'Bullet' enfrentou a rival polonesa em três oportunidades e venceu todas elas.

Após os confrontos, ambas se tornaram campeãs mundiais da modalidade e migraram com sucesso para o MMA. Shevchenko disputou o cinturão da categoria peso-galo (61 kg) contra Amanda Nunes, em 2017, mas a brasileira levou a melhor por pontos. Já Jedrzejczyk conseguiu ir além e se tornou campeã dos pesos-palha (52 kg), título que defendeu em cinco oportunidades antes de perder para Rose Namajunas no ano passado. Agora, elas se enfrentarão pelo título vago da categoria dos pesos-moscas (57 kg), no dia 8 de dezembro, em Montreal (Canadá).

"Na curta ou na longa distância, eu posso usar mais armas porque posso jogar chutes altos, chutes giratórios ? tudo. Esta é a maior vantagem que tenho. Eu possuo técnicas mais amplas que posso escolher para ela. Vou me preparar e esta será uma boa luta", explicou Shevchenko em entrevista à rádio do site 'MMAjunkie' na última terça-feira (25).

A atleta do Quirquistão também comentou sobre as outras oportunidades em que enfrentou a sua próxima adversária, ainda no muay thai. Ela ainda ressaltou que, apesar de terem características similares, como a habilidade na luta de origem,  as atletas possuem estilos diferentes na hora de atuar dentro de um ringue ou octógono.

"Lutei contra a Joanna em 2006, em 2007 e 2008 no Campeonato Mundial. Nós lutamos em uma classe de peso semelhante a 57 kg. Nós tivemos nossa história. Quando subi para 60 kg, Joanna passou a ganhar vários campeonatos mundiais. Eu conheço a Joanna, como é o estilo dela. Eu vi suas lutas recentes e tudo mais. Ela é uma boa lutadora e uma striker de alto nível. Mas mesmo no muay thai, quando nós lutamos em pé, quando fazemos o mesmo estilo de muay thai, a gente tem estilos diferentes", concluiu.

Aos 30 anos, Valentina acumula cartel de 15 vitórias e três derrotas como atleta profissional de MMA. Já a sua rival, um ano mais velha, soma 15 triunfos e dois revezes nos octógonos de artes marciais mistas.

Esporte