PUBLICIDADE
Topo

Esporte

UFC SP: Quatro brasileiros recebem gancho médico de seis meses

Ag. Fight

25/09/2018 19h18

A noite do último sábado (22) foi recheada de vitórias brasileiras. Com dez triunfos de atletas nacionais no card do UFC São Paulo, a festa só não foi maior porque após o evento cinco competidores, sendo quatro deles locais, foram suspensos por seis meses das competições pelos médicos que acompanhavam o show.

A informação foi divulgada pela CABMMA (Comissão Atlética Brasileira de MMA) através de seu site oficial, que revelou um total de 15 competidores na lista de ganchos médicos. Destaque para Luigi Vendramini, Hector Lombard, Thales Leites, Mayra Bueno e Augusto Sakai, que ficarão 180 longe das competições a não ser que sejam liberados por médicos antes deste prazo.

Curiosamente, três dos cinco atletas afastados por mais tempo venceram seus duelos. Augusto Sakai nocauteou Chase Shereman, Mayra 'Sheetara' finalizou Gillian Robertson e Thales Leites bateu Hector Lombard por pontos.

Confira a lista completa das suspensões médicas:

Augusto Sakai: 180 dias ou liberação com raio-x do polegar direito
Carlo Pedersoli: 60 dias
Chase Sherman: 45 dias
Eryk Anders: 60 dias
Evan Dunham: 45 dias
Hector Lombardi: 180 dias ou liberação de um bucomaxilofacial
Luigi Vendramini: 180 dias ou liberação de um ortopedista
Luis Henrique 'KLB': 45 dias
Mayra 'Sheetara' Bueno: 180 dias ou liberação com ressonância do joelho esquerdo
Randa Markos: 30 dias
Renan 'Barão': 45 dias
Ryan Spann: 45 dias
Sam Alvey: 60 dias
Thales Leites: 180 dias ou liberação com ressonância do joelho esquerdo
Thiago 'Marreta': 30 dias

Esporte