PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Notificado por possível doping, Werdum alega "mal-entendido'"

Matthew Stockman/Getty Images
Imagem: Matthew Stockman/Getty Images

Ag. Fight

23/05/2018 09h49

Logo após ser escalado para enfrentar Alexey Oleynik na estreia do UFC na Rússia, em setembro, Fabrício Werdum recebeu a notificação, na última terça-feira (22), de um possível doping. A USADA (Agência Antidoping Americana) anunciou que a amostra colhida no último dia 25 de abril tinha uma substância proibida. Por meio de seu Instagram, o brasileiro afirmou que houve um "mal-entendido".

A luta entre Werdum e Oleynik seria a principal do evento russo e, com a suspensão provisória, tudo indica que o UFC vai precisar casar outro combate. A substância descoberta no exame do ex-campeão dos pesados não foi revelada pela USADA ou pela organização. Fabrício declarou estar à disposição das duas entidades.

"Fui pego de surpresa com a notícia de que um dos exames colhidos pela USADA em abril deu positivo para uma substância proibida. Me coloquei à disposição da USADA e do UFC e estou trabalhando com a minha equipe para entender o que aconteceu. Eu sempre fui muito cuidadoso com tudo o que eu tomo e sempre apoiei o esporte limpo. Vocês podem ter certeza de que vamos esclarecer esse mal-entendido e espero em breve poder voltar a fazer o que eu amo, que é lutar", escreveu.

Werdum conquistou o título linear do Ultimate em 2015 e, em sua primeira defesa, contra Stipe Miocic, acabou derrotado. De lá para cá, venceu Travis Browne, Walt Harris e Marcin Tybura e perdeu para Alistair Overeem e Alexander Volkov.

MMA