PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Dana White aponta local para retorno de McGregor ao UFC

Conor McGregor desfere cotovelada em Max Holloway no UFC - Jared Wickerham/Getty Images
Conor McGregor desfere cotovelada em Max Holloway no UFC Imagem: Jared Wickerham/Getty Images

18/10/2017 11h25

Ao que tudo indica, Conor McGregor realmente voltará ao maior torneio de MMA do mundo e defenderá seu cinturão. Dana White, presidente do UFC, voltou a negar que exista alguma conversa em relação a 'McGregor x Diaz III', mas ressaltou que o adversário mais provável para o irlandês é Tony Ferguson, já que é quem possui o título interino da categoria peso-leve (70 kg). Além disso, o cartola também indicou o local onde deverá ser feita a unificação do cinturão da divisão.

Apesar da alta renda que a trilogia com Diaz poderia gerar, Ferguson voltou a ser apontado pelo presidente do UFC como o possível adversário de McGregor. Em entrevista para o podcast 'Pardon My Take', White primeiramente garantiu que não existe nenhuma negociação para um terceiro confronto entre o irlandês e Diaz: "Nós, literalmente, não conversamos sobre isso".

O dirigente também apontou o local mais provável para receber o retorno do campeão. Mesmo com o interesse de realizar uma luta de McGregor na Irlanda, a unificação do título deve acontecer em Las Vegas (EUA). Isso porque o UFC está com dificuldades na negociação com o estádio de futebol em Dublin (Irlanda), de acordo com o próprio presidente da organização.

"Seria ótimo fazer no Croke Park (Irlanda), mas provavelmente será contra Tony Ferguson em Las Vegas. Mas queremos fazer alguma luta no estádio irlandês e o motivo de não termos feito lá ainda é porque não conseguimos acertar os detalhes. Eles possuem um toque de recolher e uma lei do silêncio", explicou o presidente do UFC.

A última vez que McGregor esteve no octógono foi quando conquistou o cinturão da categoria peso-leve, em novembro de 2016. Depois disso, no último dia 26 de agosto, o irlandês se aventurou no boxe e enfrentou Floyd Mayweather em uma superluta, onde acabou nocauteado no décimo round. Ferguson, por sua vez, derrotou Kevin Lee no início deste mês para levar o título interino da divisão.

MMA