PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Cyborg critica academia de Holly Holm e promete chutar o traseiro da rival

Cris Cyborg, brasileira campeã do UFC - Lucas Lima/UOL
Cris Cyborg, brasileira campeã do UFC Imagem: Lucas Lima/UOL

18/10/2017 10h32

Toma lá, dá cá. As provocações e trocas de farpas entre Cris 'Cyborg' e Holly Holm parecem não ter fim. Mesmo ainda não tendo uma luta definida, as atletas vêm usando as redes sociais para se acusarem e fazerem insinuações principalmente com relação ao tema doping. E na noite da última terça-feira (17) foi a vez da brasileira escrever mais uma capítulo dessa história.

Cyborg havia acusado a USADA (agência antidopagem norte-americana) de persegui-la e pediu para que os mesmos testes que são feitos nela, fossem feito em Holly - insinuando que a ex-campeã dos galos (61 kg) não estivesse sendo muito investigada pelo órgão. Acontece que a americana veio a público logo em seguida para mostrar números da USADA que provam que ela foi ainda mais testada do que sua possível adversária. Foi o suficiente para a brasileira utilizasse a sua conta no Instagram para novamente se explicar e provocar.

Através de um vídeo em inglês, a campeã dos penas (66 kg) relembrou que a academia onde Holly Holm treina já teve casos importantes de doping, como o de Jon Jones. Além disso, ela pediu para que daqui para frente os testes feito nas duas atletas sejam realizados nas mesmas circunstâncias e horários.

"Eu parei um minuto da minha corrida para falar com vocês, pessoal. Mas eu queria responder a Holly Holm. Holly, acho que você entendeu errado. Eu não estava falando de quantos testes você fez no passado. Estava falando de hoje até 30 de dezembro. Se a USADA me testar 100 vezes, você deveria ser testada o mesmo. Quando eles chegam na minha casa 5h da manhã, acho que deveriam ir até a sua também, sabe por quê? Porque você vem da Jackson MMA e já tem muitos lutadores de lá que não possuem uma história legal. Acho que é justo que se a USADA for até a minha casa que vá até a sua também. Quero chutar o seu traseiro no cage. E seu time não tenha desculpas. Então, espero que você vá e assine o contrato. Nos vemos em breve", falou a brasileira.

A esperança de Cyborg é que ela possa enfrentar Holly Holm no UFC 219, que está marcado para o dia 30 de dezembro, em Las Vegas (EUA). Apesar da forte campanha da brasileira, o duelo ainda não está oficializado pelo Ultimate.

Um vídeo publicado por ufc (@ufc) em Ago 8, 2015 às 9:50 PDT

 

MMA