PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

McGregor culpa ansiedade e cansaço por derrota: "Fadiga tomou conta"

Ag. Fight

28/08/2017 16h21

Apesar do início de luta promissor, Conor McGregor teve uma notável queda de rendimento a partir do quarto round e viu a chance de desbancar Floyd Mayweather escorrer por suas mãos quando Robert Byrd, árbitro responsável por mediar o duelo, interrompeu o combate no décimo round após sequência duríssima de golpes desferida pelo norte-americano. No entanto, mesmo derrotado, o irlandês fez questão de ressaltar que ficou orgulhoso com sua performance e garantiu que, se não fosse pelo cansaço, o resultado da disputa teria sido diferente.

Acompanhado dos pais durante entrevista em vídeo concedida ao site 'MMA Fighting', Conor McGregor fez uma análise geral do confronto contra 'Money', e revelou que a empolgação com os rounds iniciais foi prejudicial para o seu prosseguimento na luta. Isso porque, motivado pelo começo de superioridade, o campeão peso-leve (70 kg) passou a desferir ainda mais golpes com o intuito de levar Mayweather à lona. O que, no fim das contas, culminou com a sua exaustão física.

"A cabeça dele ia para trás, ele mudou o seu plano de jogo três vezes. Ele veio para a trocação e tomou oito com a mão esquerda, aí foi para as cordas e eu comecei a escolher os golpes na linha de cintura. Os primeiros três rounds foram demais, e eu até fiquei um pouco ansioso e pensei: 'Isso está muito fácil', e aí comecei a desferir socos, mas não tive mais o mesmo sucesso do começo. Os socos ficaram nas luvas e nos cotovelos dele, e foi aí que a fadiga chegou", relatou em entrevista ao site 'MMA Fighting'.

"A fadiga tomou conta, e não foi por não ter trabalhado duro, porque trabalhei pesado demais. É apenas uma coisa em que preciso melhorar, mas estou orgulhoso de mim. Gostaria de ver como seria o 11° round, porque acho que, se tivesse terminado aquele assalto e tivesse um minuto para me recuperar, teria voltado mais forte".

Aos 29 anos, Conor McGregor fez sua estreia no boxe no último sábado (26) diante do pugilista multicampeão Floyd Mayweather, e sai derrotado por nocaute técnico no décimo round do combate. Agora, ao menos de acordo com o irlandês, seu foco estará voltado para o MMA – ainda que ele tenha deixado as portas abertas para um possível retorno a nobre arte. 

MMA