PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Apesar do clima amigável, Mayweather diz não gostar de McGregor

Mayweather cumprimenta McGregor após vitória na T-Mobile Arena - Isaac Brekken/AP
Mayweather cumprimenta McGregor após vitória na T-Mobile Arena Imagem: Isaac Brekken/AP

Ag. Fight

28/08/2017 09h00

 

Ao final da superluta entre Floyd Mayweather e Conor McGregor, realizada no último sábado (26), em Las Vegas (EUA), o clima entre os lutadores era o melhor possível. Sorridentes, os milionários trocaram elogios e analisaram a luta com detalhes, dando a entender que a rivalidade demonstrada nas semanas de promoção do combate havia acabado. Ledo engano!

Em conversa com os jornalistas durante a coletiva de imprensa, Mayweather, que acabara de conquistar seu triunfo de número 50 no boxe profissional, garantiu que não morre de amores pelo irlandês, e que sua experiência como lutador lhe garante frieza suficiente para ser profissional e deixar de lado qualquer rusga após o combate.

"Eu sou sempre educado. Na coletiva de imprensa, é o meu trabalho, dou o que os fãs querem ver. Na press tour, fomos para quatro cidades, três países, em quatro dias. Quando tem arenas como essa, com 20 mil pessoas… Temos que dar show. Muita gente acha que foi fake, mas não, nós não gostamos um do outro e provavelmente ainda não nos gostamos. Mas temos que mostrar respeito", disse durante a coletiva após a disputa.

Mesmo com a inimizade, os lutadores foram super profissionais e arrancaram risadas dos presentes com alguns comentários sobre o duelo. Mas, mais seco do que o irlandês, Mayweather voltou a apontar que a diferença de tamanho a favor de McGregor, apontada por muitos e pelo próprio rival como vantagem, acabaria lhe custando.

"Eu já fui acertado pelos mais fortes. Disse ao Conor que ele poderia  pode acertar, mas que teria que estar pronto para ser acertado. Na maior parte do tempo, caras grandes que socam pesado não conseguem assimilar", analisou.

MMA