PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Mesmo orgulhoso de McGregor, Dana veta migração de astros do MMA para boxe

Dana White não teme "perder" atletas - Jeff Zelevansky/Getty Images
Dana White não teme "perder" atletas Imagem: Jeff Zelevansky/Getty Images

Ag. Fight

27/08/2017 12h00

Apesar de ter sido amplamente dominado por Floyd Mayweather, Conor McGregor provou seu valor ao se mostrar ofensivo diante de um dos maiores pugilistas de todos os tempos. Após dez rounds de muita trocação, em evento realizado no último sábado (26) em Las Vegas (EUA), o irlandês acabou nocauteado e viu o presidente do UFC sair em sua defesa.

 

De acordo com o cartola, não existe melhor maneira de descrever seu sentimento em relação ao campeão peso-leve (70 kg) do UFC do que "orgulho". Afinal, o desafio aceito pelo irlandês era uma tarefa considerada impossível até mesmo no mundo do boxe, quanto mais para um estreante na nobre arte.

"Estou orgulhoso dele. Não foi a luta que eu esperava, foi bem diferente. Quando você entra no boxe profissional… Ele lutou dez rounds contra um dos melhores de todos os tempos. Muitas pessoas estavam negativas, e Conor pareceu incrível. Nas últimas lutas ninguém atingiu o Floyd mais de 100 vezes, e o Conor acertou ele 110 vezes em dez rounds. Estou muito orgulhoso", se esbaldou o cartola durante coletiva de imprensa após o show.

No entanto, o formato de casamento de dois esportes diferentes no ringue, aplaudido e elogiado pelo próprio Dana White, não parece animá-lo para uma nova tentativa a curto prazo. Tal mensagem, inclusive, foi direcionada exclusivamente para astros do UFC que pensem em migrar para o boxe.

"Não vamos falar sobre lutas hoje. Vocês sabem Como ele é, quando estiver pronto , vai me falar. Não quero falar sobre isso, mas esse evento foi sobre duas grandes estrelas, construídos por fãs e mídias. Só depois disso pudemos considerar. Foi especial e raro, mas não estou pensando em fazer isso de novo", prometeu, contrariando o desejo de fãs e atletas que gostariam de ver nomes como Anderson Silva e Stipe Miocic nos ringues de boxe.

Esporte