PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Fim de carreira? Dana White revela que planejava Jon Jones x Stipe Miocic

Jon Jones foi flagrado mais uma vez em exame antidoping - Hans Gutknecht/AP
Jon Jones foi flagrado mais uma vez em exame antidoping Imagem: Hans Gutknecht/AP

Ag. Fight

23/08/2017 10h32

A notícia de que Jon Jones foi flagrado no doping novamente caiu como uma bomba no mundo do MMA. E talvez o tamanho do baque sofrido estava representado na figura de Dana White, presidente do UFC, que nessa terça-feira (22) conversou com a imprensa em Las Vegas (EUA), onde participa da semana de eventos que antecede a luta entre Conor McGregor e Floyd Mayweather. O dirigente recebeu a imprensa assim que o fato veio à tona e respondeu aos questionamentos.

Visivelmente abalado, logo na primeira pergunta Dana White se mostrou sem palavras para descrever seu sentimento naquele momento. "Obviamente é brutal. É inacreditável. Tenho certeza que me sinto como todos se sentem quando estão machucados. Inacreditável".

Ao lado de Jeff Nowitzki, chefe do antidoping do UFC, Dana White ponderou sobre as possibilidades de futuro para Jon Jones. Não foi revelada a substância que foi descoberta no corpo do campeão dos meio-pesados (93 kg), mas a punição deve ser severa por Bones ser reincidente, e isso pode significar o fim de sua carreira, de acordo com o dirigente.

"Se nessa sentença ele pegar dois ou três anos pode ser o fim da sua carreira. Falando sobre legado, é provavelmente o fim da sua carreira. Voltar com 33 ou 34 anos… é triste. Não sei nem o que dizer. E eu sempre sei o que dizer, mas desta vez eu não sei", refletiu.

O que torna o golpe ainda mais devastador para o Ultimate é que o torneio tinha planos grandiosos para o futuro do seu campeão. Apesar de ainda estar em posse do cinturão, a tendência é que ele seja cassado e volte aos braços de Daniel Cormier. Mas Dana White revelou que sua ideia era fazer com que Bones subisse para a divisão dos pesados e provavelmente tentasse seguir os passos de Conor McGregor ao se tornar campeão de duas categorias diferentes ao mesmo tempo.

"Estávamos conversando com o Jon para lutar nos pesados. Provavelmente com o Miocic", finalizou.

O teste que flagrou Jon Jones no doping foi feito no dia anterior ao UFC 214, em 28 de julho. Na noite seguinte, Bones venceria Daniel Cormier com um nocaute no terceiro round e retomaria o cinturão dos meio-pesados.

MMA