PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Cody Garbrandt se defende de acusação racismo, mas ameaça rival do UFC

Cody Garbrandt é rival de Aljamain Sterling - John Locher/AP
Cody Garbrandt é rival de Aljamain Sterling Imagem: John Locher/AP

Ag. Fight

22/08/2017 11h16

 

Cody Grabrandt, campeão dos galos (61 kg) do UFC, se viu em meio a uma enorme confusão há alguns dias. Foi logo após o norte-americano de 26 anos entrar em uma discussão com Aljamain Sterling e chamá-lo de "boy" (garoto, em inglês). Acontece que o termo carrega significado histórico racista nos EUA, uma vez que donos de escravos costumavam chamá-los assim em clara ridicularização de suas condições. E agora chegou a hora do atleta da Alpha Male se justificar.

Em entrevista ao site "MMA Fighting", Garbrandt foi questionado sobre o tema e tentou se justificar. O campeão afirmou que não sabia que "boy" era "politicamente incorreto", mas admitiu que deveria ter utilizado outro termo para se referir ao seu rival.

"Eu não gosto daquele cara. Ele ficou louco porque há mais de um ano eu disse a ele que ele era superestimado. Então esse cara começou a falar e você pode ver a matéria do TMZ onde ele diz que vai me matar. Então eu estava tipo: 'Ah, então você vai me matar?'. Então eu enviei uma mensagem direta para ele e ele agiu como uma p***, que é o que ele é", afirmou o americano, antes de ponderar.

"Eu deveria ter o chamado de uma pequena p***, não 'boy'. Eu não sabia que isso era politicamente incorreto. Eu tenho uma camisa que diz: 'Divertindo com os garotos'. Eu chamo todo mundo de boy. Sabe, como vai, boy. Eu não sabia que era politicamente incorreto. Não sou nem um pouco racista. Tenho uma irmã que é casada com um cara negro. Tenho uma sobrinha que é uma criança mulata", concluiu.

Deixando claro que a situação com Sterling não deve melhorar tão cedo, Garbrandt desdenhou a última apresentação do seu rival e o aconselhou a tomar cuidado caso eles se encontrem em algum lugar, pois o clima deve esquentar para valer.

"Ele tentou ir lá e espalhar essa fama, eu disso a ele que a próxima vez eu o ver eu vou ferrar com ele. Eu deveria ter o chamado de p***. Ele vem de uma vitória diante do Barão em peso combinado e eu não quero nem falar sobre esse cara. Só sei que a próxima vez que eu vê-lo é melhor ele estar com as mãos para cima", disse.

Sem ter a certeza de quando ou com quem será a sua próxima aparição no octógono, Cody Garbrandt se deixou aberto para encarar Sterling, Jimmie Rivera, Dominick Cruz e Demetrious Johnson, chamando a todos de “dinheiro fácil”. O americano campeão dos galos possui um cartel com 11 vitórias e nenhuma derrota no MMA.

MMA