PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Equipe de Holly Holm garante intenção de entrar com recurso contra derrota no UFC

15/02/2017 16h24

Holly Hom foi derrotada por Germaine de Randamie no UFC 208 - Florian Sädler

Holly Hom foi derrotada por Germaine de Randamie no UFC 208 – Florian Sädler

Apesar dos juízes terem apontado uma vitória por decisão no duelo entre Germaine De Randamie e Holly Holm, que valeu o cinturão inaugural da categoria feminina dos pesos-penas (66 kg), a luta foi cercada de alguma controvérsia. Isso porque, no final do segundo e do terceiro assaltos, a nova campeã acertou golpes na americana depois do soar do gongo. ‘The Preacher’s Daughter’, inclusive, reclamou do resultado do combate em entrevista após o UFC 208. E, ao que parece, a equipe da antiga dona do título dos galos (61 kg) pode até buscar alternativas administrativas e jurídicas para rever o vencedor da disputa.

Em entrevista ao site ‘MMA Fighting’, Lenny Fresquez, empresário de Holly, admitiu que a equipe pretende entrar com medidas para tentar reverter o resultado da luta: “Nós definitivamente estamos olhando nossas opções. Estamos vendo as opções que temos junto a comissão. Não sabemos ainda o processo necessário… Mas definitivamente é um caminho que vamos explorar”.

A derrota para Germaine no UFC 208, evento realizado no último sábado (11) em Nova York (EUA), foi a terceira seguida de Holly, que vive a pior fase da carreira. Aos 35 anos de idade, a americana coleciona na carreira uma cartel com 10 triunfos e três reveses.

Esporte