PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Lutador de MMA é preso acusado de cometer dois assassinatos

Roshaun Jones (foto) foi preso sob acusação de assassinatos em lavanderia - Reprodução
Roshaun Jones (foto) foi preso sob acusação de assassinatos em lavanderia Imagem: Reprodução

30/01/2017 18h08

Ex-lutador do Bellator, Roshaun Jones foi preso na última sexta-feira (27) acusado de cometer dois assassinatos na cidade de Del City, em Oklahoma (EUA). De acordo com o canal americano News Channel 4, o crime aconteceu dentro de uma lavanderia há exatamente uma semana atrás.

Após assistir aos vídeos de segurança interna do local, oficiais da polícia de Del City indicaram a suspeita de que Jones planejava roubar o estabelecimento, e que no meio da tentativa de assalto assassinou Nekia Jackson, gerente da lavanderia, e Russ Roberts, cliente que estava presente no momento.

Inconformado com o crime, o pai de Nekia Jackson, Horace Jackson Jr., demonstrou sua revolta com o caso assim que abordado pela imprensa local. “Pelo menos eu sei que ele está sob custódia, mas ela nunca voltará. Estou em luto pela minha família, crianças e netos. Eles estão sofrendo por trás de tudo isso. Precisaremos crescer rápido e lidar com o luto”, relatou em entrevista ao News Channel 4.

Roshaun Jones tem 33 anos e fez sua última luta como profissional em novembro de 2016, quando enfrentou Jeremiah Castillo pelo evento Rine’s Karate e foi finalizado em uma chave de braço. De acordo com o site Bloody Elbow, em meio a tantos crimes anteriores, o americano já havia sido condenado por vender drogas e por violência doméstica, quando agrediu uma mulher grávida.

Esporte