PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Presidente do UFC descarta luta de boxe entre McGregor e Pacquiao

Dana White garantiu que McGregor voltará ao UFC em maio - Jeff Zelevansky/Getty Images
Dana White garantiu que McGregor voltará ao UFC em maio Imagem: Jeff Zelevansky/Getty Images

24/01/2017 16h27

O circo envolvendo as especulações sobre o combate entre Conor McGregor, campeão peso-leve (70 kg) do UFC, e Floyd Mayweather, ex-pugilista multicampeão, ganhou recentemente mais um personagem. Na última semana, Manny Pacquiao, atual detentor do título mundial meio-médio pela Organização Mundial de Boxe (WBO), revelou a possibilidade de subir aos ringues contra o falastrão irlandês. No entanto, Dana White, presidente do Ultimate, garantiu que essa luta não sairá do papel e apontou uma razão peculiar como justificativa: não amar o agente do filipino.

O agente de Manny Pacquiao é Bob Arum, veterano promotor de boxe – famoso por ter marcado lutas para nomes como Muhammad Ali, Oscar De La Hoya, Joe Frazier e George Foreman - e antiga desavença do cartola. E, de acordo com o recente discurso de Dana White em entrevista ao site ‘Yahoo! Sports’, ele e o fundador da Top Rank, tradicional companhia  promotora de eventos de boxe, não farão negócio.

“Escute, eu amo Manny Pacquiao, mas eu não amo o Bob Arum. Você pode dizer ao Arum para salvar seu dinheiro e não fazer nenhuma tentativa por aqui, porque nós não faremos negócio com ele”, afirmou o manda-chuva.

A notícia é boa para os fãs de MMA, visto que dessa forma o irlandês poderá se dedicar a carreira dentro do UFC e terá a oportunidade de defender seu cinturão pela primeira vez - o que, mesmo sendo campeão peso-pena (66 kg) do Ultimate entre os anos de 2015 e 2016, ainda não fez. E em meio a tantas dúvidas sobre os próximos passos de McGregor, a única certeza, pelo menos de acordo com Dana White, é a de que o falastrão estará de volta à organização em maio de 2017.

Esporte