PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Tito Ortiz ironiza oferta de sociedade feita a Conor McGregor; entenda

21/11/2016 16h15

Ex-campeão dos meio-pesados (93 kg) do UFC, Tito Ortiz se aposentou do MMA em julho de 2012 após o término do seu contrato com o Ultimate. Contudo, pouco menos de dois anos depois, o americano anunciou o seu retorno aos cages, assinou com o Bellator e já coleciona duas vitórias e uma derrota na companhia. Agora, o lutador está escalado para enfrentar Chael Sonnen - Divulgação

Conor McGregor é a bola da vez no UFC. Primeiro atleta a ser campeão em duas categorias da organização ao mesmo tempo, o irlandês sabe que está com a faca e o queijo na mão e manteve seu costume de sempre mirar no impossível: após conquistar o feito inédito no último dia 12 de novembro, o atleta pediu por uma participação da companhia. E a declaração do ‘The Notorious’ não foi vista com bons olhos por um veterano do Ultimate, com título nas costas, diversas defesas de cinturão e anos a mais de casa.

Em entrevista ao site ‘TMZ’, Tito Ortiz não pestanejou ao ser perguntado sobre a declaração de Mark Wahlberg, ator de Hollywood, cantor e um dos novos acionistas do maior evento de MMA do mundo, que afirmou que daria parte de suas ações para McGregor, e deixou claro que, em sua opinião, merece muito mais ter participação na companhia que o irlandês. Afinal de contas, quinze anos de Ultimate não é para qualquer um.

“Que tal ele me da umas ações e eu passo elas para o McGregor? Parabéns para o Mark Wahlberg pelo investimento dele, é uma grande companhia, que eu ajudei a construir”, ironizou.

Ex-campeão dos meio-pesados (93 kg), Tito Ortiz foi contratado pelo UFC em 1997 e permaneceu quinze anos lutando na companhia. Aos 41 anos de idade, o veterano coleciona na carreira um cartel com 18 vitórias, 12 derrotas e um empate.

Quer receber notícias de MMA de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Esporte