PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Nate Diaz revela que fumou maconha em coletiva após luta contra McGregor

21/08/2016 03h33

Nate Diaz tirou onda durante coletiva de imprensa - Rigel Salazar

Nate Diaz tirou onda durante coletiva de imprensa – Rigel Salazar

Nate Diaz é um caso a parte no mundo do MMA. Assim como seu irmão mais velho Nick, o lutador já deixou claro algumas vezes que é usuário de maconha. E, sem perder o costume, o americano causou polêmica durante a coletiva de imprensa após o UFC 202, quando afirmou que fumava a erva na frente dos jornalistas.
 
Com uma espécie de cigarro eletrônico, o atleta afirmou que consumia o produto para "fazer bem" e que continha CBD (cannabidiol, princípio ativo), que nada mais é do que maconha medicinal, o que é perfeitamente legal em sua situação.
 
Afinal, a droga é permitida para o uso medicinal no Estado de Nevada, onde fica a cidade de Las Vegas (EUA), palco do evento. E, vale lembrar, a Comissão Atlética que rege o esporte no estado assim como a USADA apontam que esta é uma droga recreativa, ou seja, só não pode ser usada durante o período de competição.
 
No entanto, de acordo com o site da agência de controle antidopagem, essa 'janela' seria fechada apenas 12 horas depois da luta, o que leva a crer que o atleta, caso esteja falando a verdade sobre o uso da produto durante a conversa com os jornalistas, já tivesse sido testado logo após a luta nos vestiários.
 
Perdedor do combate principal do UFC 202, Nate apareceu na sala de imprensa improvisada na parte de fora da T-Mobile Arena com o rosto bastante machucado. Mas, mesmo assim, garantiu que iria festejar de noite e ir para a balada.

Esporte