PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Sem maioria na torcida, McGregor perde a linha, xinga e atira microfone

18/08/2016 21h24

Conor McGregor perdeu a linha durante treino aberto do UFC 202 - Diego Ribas

Conor McGregor perdeu a linha durante treino aberto do UFC 202 – Diego Ribas

Essa semana definitivamente não é a das melhores para Conor McGregor. Vindo de derrota para Nate Diaz, o irlandês foi confrontado pelo rival (com quem travou uma guerra de garrafas de água), levou bronca de Dana White por se atrasar para a coletiva de imprensa e, depois de ser apontado como azarão pelos atletas do UFC, ainda conta com menos apoio da torcida do que de costume. E tudo isso se refletiu na forma como abrupta como ele se portou no treino aberto ao público nesta quinta-feira (18).

Diante de uma plateia dividida entre ele e Diaz, Conor se atrasou como de costume e tratou de responder rispidamente a qualquer pergunta que mencionasse o adversário. “Não estou nem aí”, “Os irmãos Diaz que se f…”, “Tocamos garrafas e latas porque eu me defendi, temi pela minha vida”, “Ele acha que não pode ser ser nocauteado, mas será”, foram as formas que o irlandês encontrou para se esquivar dos temas.

Sem a tradicional disposição para treinar, Conor se apresentou por meros cinco minutos antes de tomar o microfone para o seu show particular que, ao que parece, não saiu como ele imaginava, tanto que chegou a apontar o dedo do meio para a parte que o vaiava assim que entrou no palco montado no Hotel Cassino Red Rock, em Las Vegas (EUA).

“Que se f… o time do Diaz”, gritou antes de atirar o microfone para cima, virar as costas e deixar o local sem sequer se despedir do público. Seus treinadores e parceiros de treino o acompanharam rapidamente em claro sinal de que o clima está pesado, e de que a guerra está lançada. Mais uma vez!

Assim como em março passado, Conor e Nate travaram uma batalha de nervos antes da luta. No entanto, mesmo com apenas dez dias de preparo para a disputa, o americano, que entrou no lugar do lesionado Rafael dos Anjos, finalizou no segundo round e quebrou a banca do então favorito irlandês.

Esporte