PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Total de 105 prisões em Paris coincidindo com a final da Liga dos Campeões

29/05/2022 08h27

Paris, 29 Mai 2022 (AFP) - Um total de 105 pessoas foram presas e 39 levadas sob custódia policial na noite de sábado em Paris por incidentes relacionados à final da Liga dos Campeões, de acordo com um novo balanço do Ministério do Interior francês.

O início do jogo entre Real Madrid e Liverpool (1-0) precisou ser adiado por mais de meia hora devido à tensão fora do estádio, algo estranho para um jogo deste nível. Inúmeros torcedores jovens tentaram pular as cercas do estádio para tentar forçar a entrada. Isso levou a breves confrontos com as forças de segurança que repeliram os intrusos, às vezes usando gás lacrimogêneo.

Um número indeterminado de espectadores que tinham ingressos não conseguiu entrar no estádio até o final do primeiro tempo.

A prefeitura de Paris disse em um comunicado publicado na noite de sábado que antes da partida "vários torcedores sem ingressos para a partida ou com ingressos falsos atrapalharam o acesso ao Stade de France, no perímetro de segurança externo.

O ministro do Interior, Gérald Darmanin, apontou em um tuíte a atitude "de milhares de 'fãs' britânicos sem ingressos ou com ingressos falsos que forçaram a entrada" no Stade de France. O tuíte foi acompanhado por uma foto mostrando Darmanin e o ministro do Esporte em frente a um computador de segurança do Stade de France.

- 'Fan zones' tranquilas -Uma fonte próxima ao governo alegou que o problema veio daqueles "milhares de ingressos falsos" criados pelas filas nos portões do estádio.

Em relação à atitude dos torcedores, a prefeitura de Paris revelou em um tuíte na noite de sábado que a evacuação das duas 'fan zones', para os torcedores do Liverpool no leste de Paris e para os do Real Madrid em Saint-Denis, ocorreu "sem grandes incidentes", evocando uma "boa fisionomia" geral nestas concentrações.

Um perímetro seguro com telas gigantes, bebidas e shows foi organizado pela prefeitura de Cours de Vincennes, a leste de Paris, para receber os cerca de 40.000 torcedores 'Reds' sem ingresso.

Apesar da derrota, a evacuação deste perímetro de alto risco ocorreu sem incidentes, confirmou um jornalista da AFP. De acordo com a Procuradoria de Paris, vinte pessoas foram presas por violência e roubo em vias públicas nos arredores das 'fan zones'. Uma dessas pessoas poderia ter tentado vender ingressos falsificados para o jogo.

A brigada de incêndio de Paris, por sua vez, evocou "uma noite mais ou menos calma" em termos de intervenções. No total, 238 pessoas foram atendidas pelos diferentes serviços de emergência por diferentes motivos, como desconforto associado à embriaguez, pequenos acidentes ou intoxicação após inalação de gás lacrimogêneo, entre outros, disse à AFP um porta-voz dos bombeiros de Paris.

sm-dar-mk/lbx/dam/psr/aa

Esporte