PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Roma vence Feyenoord e é campeã da 1ª edição da Liga Conferência

25/05/2022 19h16

Tirana, 25 Mai 2022 (AFP) - A Roma é a campeã da primeira edição da Liga Conferência, a terceira competição de clubes mais importante da Europa, ao derrotar nesta quarta-feira o Feyenoord da Holanda por 1 a 0.

O time comandado por José Mourinho chegou à vitória graças ao gol de Nicolò Zaniolo no primeiro tempo, aproveitando assistência de Gianluca Mancini.

Este é o primeiro título europeu da Roma, depois de ter perdido as finais da Copa dos Clubes Campeões Europeus (atual Liga dos Campeões) de 1984 e da Copa da Uefa (atual Liga Europa) de 1991, sem contar o título da Copa das Cidades com Feiras de 1961, um torneio não oficial.

"Estou feliz, é um sonho de infância que se tornou realidade. Os torcedores foram fantásticos, essa vitória é inteiramente deles", disse depois do jogo Zaniolo, autor do gol do título.

Mourinho, um especialista em finais europeias, chega ao seu quinto título continental, depois de duas Champions (2004 com o Porto e 2010 com a Inter de Milão) e duas Ligas Europa (2003 com o Porto e 2017 com o Manchester United).

Somando com a Recopa da Europa de 1997 como auxiliar no Barcelona, o português já levantou quatro copas Europeias. O único troféu continental ainda não conquistado pelo treinador é o da Supercopa da Europa.

Seu título com a Inter de Milão na Champions de 2010 era o último de um time italiano em uma competição da Uefa.

"Este título está na história da Roma, mas também na minha. Uma coisa é ganhar com uma equipe feita para ganhar, outra é ganhar com equipes como Porto, Roma, Inter... Faz você se sentir especial", disse Mourinho depois da partida.

- Telão no estádio Olímpico -O título acentua a 'Mourinhomania' que toma conta há um ano do estádio Olímpico de Roma, onde milhares de torcedores assistiram à final desta quarta-feira em um telão.

O público lá era quase duas vezes maior que no Air Albania Stadium, em Tirana, pequeno demais para os 100 mil torcedores de ambos os finalistas que foram à capital albanesa.

Antes do jogo houve tensões, confrontos e prisões até a expulsão do país de alguns torcedores italianos.

Em termos de futebol, a final começou quase como uma partida de xadrez, com defesas fechadas e poucos espaços.

Henrikh Mkhitaryan, escalado como titular por Mourinho apesar de estar sem ritmo de jogo depois da lesão que sofreu no final de abril, não aguentou a intensidade e sentiu novamente problemas na coxa direita depois de 15 minutos em campo.

Pouco a pouco, a Roma foi tomando o controle da partida, embora ainda faltasse capricho no último passe.

- Rui Patrício inspirado -Até que Gianluca Mancini encontrou dentro da área Nicolo Zaniolo, que após um domínio perfeito tocou na saída do goleiro para colocar os romanistas na frente do placar aos 32 minutos da primeira etapa.

O time italiano deve seu título não só a esse gol, mas também às grandes defesas de Rui Patrício.

O goleiro português evitou o empate do Feyenoord em dois lances logo depois do intervalo, em chutes de Guus Til e Tyrell Malacia.

No segundo tempo, os holandeses foram com tudo ao ataque e Mourinho colocou em campo Leonardo Spinazzola na ala esquerda.

Jordan Veretout, que tinha entrado no lugar de Zaniolo, e Lorenzo Pellegrini tiveram chances de ampliar para a Roma, mas pararam no goleiro do Feyenoord, Justin Bijlow.

A Roma teve que esperar até o apito final para respirar aliviada e poder terminar com título uma temporada em que terminou apenas em sexto no Campeonato Italiano.

--- Ficha técnica:

Estádio: Air Albania Stadium (Tirana

Público: 22.500

Árbitro: Istvan Kovács (ROM)

Gols:

Roma: Nicolo Zaniolo

Cartões amarelos:

Roma: Pellegrini, Zalewski, Rui Patricio, Spinazzola

Feyenoord: Trauner

Escalações:

Roma: Rui Patrício - Mancini, Smalling, Roger - Karsdorp (Viña), Cristante, Pellegrini (cap), Zalewski (Spinazzola), Zaniolo (Veretout) - Mkhitaryan (Oliveira), Abraham (Shomurodov)

Técnico: José Mourinho

Feyenoord: Bijlow (cap) - Geertruida, Trauner (Pedersen), Senesi, Malacia (Jahanbakhsh) - Aursnes, Til (Toornstra) - Kökcü (Wålemark) - Nelson (Linssen), Dessers, Sinisterra

Técnico: Arne Slot

alu-lve/dr/cb

Esporte