PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Medvedev, Rublev e Tsitsipas estreiam bem no Aberto da Austrália; Muguruza e Sabalenka vencem

18/01/2022 15h53

Melbourne, 18 Jan 2022 (AFP) - Já sem o astro sérvio Novak Djokovic após a longa novela em torno de sua situação vacinal, que terminou com sua deportação, que os organizadores do torneio disseram lamentar "profundamente", prossegue nas quadras.

O russo Daniil Medvedev, um dos favoritos, começou sua trajetória no torneio com uma vitória sem grande esforço contra o suíço Henri Laaksonen. O campeão do último Grand Slam nos Estados Unidos e finalista na Austrália há um ano venceu por 6-1, 6-4 e 7-6 (7/3) em 1 hora e 54 minutos na quadra Rod Laver Arena no Melbourne Park.

Outro favorito que entrou em cena, o russo Andrey Rublev (número 6 do mundo), foi demolidor em sua estreia contra o italiano Gianluca Mager vencendo por 3 sets a 0, parciais de 6-3, 6-2 e 6-2.

O argentino Diego Schwartzman venceu o sérvio Filip Krajinovic também em três sets (6-3, 6-4 e 7-5) enquanto Roberto Bautista sofreu um pouco mais diante do italiano Stefano Travaglia (7 -6, 6-4, 5-7 e 6-1).

Apesar de em alguns momentos mancar devido a um desconforto físico e à resistência do adversário, 'El Peque' impôs o seu jogo e não deu chances ao sérvio. Seu próximo oponente será o australiano Christopher O'Connell (175º).

O grego Stefanos Tsitsipas, nº 4 do mundo, também mostrou que está em grande forma e derrotou o sueco Mikael Ymer (86º) por 6-2, 6-4 e 6-3.

- Favoritas avançam -No feminino a hispano-venezuelana Garbiñe Muguruza venceu com autoridade a francesa Clara Burel em sua estreia.

Terceira cabeça de chave e recém sagrada campeã do WTA Finals, Muguruza eliminou sem grandes dificuldades, em 88 minutos, a jovem francesa, número 77 do mundo, com parciais de 6-3 e 6-4.

"Estou muito motivada aqui, especialmente nas primeiras rodadas, quando você realmente quer passar por essas partidas onde qualquer um pode vencer qualquer um", disse Muguruza, que venceu dez anos consecutivos em sua estreia em Melbourne.

A ex-número 1 do mundo, cujo melhor resultado em Melbourne é a final perdida em 2020, enfrentará na próxima rodada a veterana francesa Alizé Cornet, número 62 do ranking da WTA.

As demais favoritas também avançaram à fase seguinte sem complicações. A estoniana Anett Kontaveit venceu a tcheca Katerina Siniakova (6-2, 6-3) e a polonesa Iga Swiatek derrotou a britânica Garriet Dart (6-3 e 6-0).

A bielorrussa número 2 do mundo, Aryna Sabalenka, sofreu mais do que o esperado contra a australiana Storm Sanders (128ª) 5-7, 6-3 e 6-2.

Beatriz Haddad Maia, nº 83 do mundo e única jogadora brasileira no feminino, venceu a americana Katie Volynets por 3-6, 6-2, 6-3.

Na segunda rodada ela enfrentará a romena Simona Halep (15ª), que derrotou a polonesa Magdalena Frech.

dh/dbh/gm/iga/aam

Esporte