PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Atletismo: Alison faz segundo melhor tempo e vai à semifinal dos 400 m com barreiras

30/07/2021 05h10

Tóquio, 30 Jul 2021 (AFP) - O brasileiro Alison dos Santos se classificou sem grandes dificuldades para a semifinal dos 400 metros com barreiras nos Jogos Olímpicos de Tóquio ao terminar em segundo em sua eliminatória, com o tempo de 48 segundos e 42 centésimos.

Ele ficou atrás do primeiro colocado, o catari Abderrahman Samba, que completou o percurso em 48.38 no estádio olímpico da capital japonesa.

Ambos também terminaram primeiro e segundo no geral, contando todas as séries classificatórias.

O norueguês Karsten Warholm, que bateu o recorde mundial no dia 1º de julho deste ano com 46 segundos e 70 centésimos, venceu a sua série com o tempo de 48.65 sem forçar e terminou em sexto no geral.

O outro grande nome desta prova, o americano Rai Benjamin, que venceu sua série com 48.60, também se classificou com tranquilidade, com o quarto melhor tempo no geral.

As semifinais serão disputadas no domingo e a grande final na terça-feira.

"Todo mundo está na sua melhor forma. Tudo vai ficar cada vez mais difícil, com os melhores tempos. Existe a possibilidade de que o recorde mundial seja quebrado", disse Alison dos Santos, se referindo ao alto nível de exigência que existe atualmente na competição.

- Uma evolução espetacular -Alison dos Santos, o Piu, chega aos Jogos de Tóquio com o terceiro melhor tempo da temporada e moral elevada após os ótimos resultados dos últimos meses.

Ele venceu no início deste mês os 400 metros com barreiras na etapa de Estocolmo da Diamond League com um tempo de 47 segundos e 34 centésimos.

O brasileiro quebrou o quarto recorde sul-americano desde o início de maio na capital sueca e está em constante evolução.

O ano de 2019 foi importante para ele pelos resultados em competições internacionais, com o ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima e a participação na final do Mundial de Doha-2019, onde terminou em sétimo lugar, uma prova vencida por Warholm.

"Foi no Mundial de Doha que percebi que estava no caminho certo e que poderia realizar grandes feitos no atletismo", disse ele.

O segundo brasileiro a participar da prova, Márcio Teles, foi eliminado após fazer o tempo de 49.70, o 24º mais rápido entre 36 competidores.

gbv/psr/aam

Esporte