PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Tempestade tropical se aproxima do Japão e afeta programação olímpica

26/07/2021 11h19

Tóquio, 26 Jul 2021 (AFP) - Uma tempestade tropical atingiu o nordeste do Japão nesta segunda-feira, forçando os organizadores dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 a reagendar algumas competições que correm o risco de serem particularmente afetadas por ventos fortes.

A tempestade Nepartak, cujas rajadas chegam a 100 km/h, deve tocar terra na terça-feira, segundo a Agência Meteorológica do Japão.

Ela se desloca em direção às regiões do nordeste, incluindo Fukushima. A agência alertou sobre a previsão de fortes chuvas, ventos e ondas fortes em uma vasta área, que inclui a capital do país.

As competições olímpicas de remo e arco e flecha desta terça-feira foram reprogramadas para que o vento não atrapalhe a disputa das provas.

"De acordo com as atuais previsões meteorológicas, o programa das provas de remo e tiro com arco, que seriam realizadas no dia 27 (de julho), já foi modificado", disse o Comitê Organizador de Tóquio-2020.

"No momento não há planos de alteração do cronograma das demais provas" desta terça-feira, acrescentou a entidade.

Já os responsáveis pelas provas de surfe decidiram aproveitar a previsão de grandes ondas na praia de Tsurigasaki, 100 quilômetros a leste de Tóquio, provocadas pela tempestade. As finais do surfe aconteceriam na quarta-feira e foram antecipadas para terça, já que a previsão para quarta-feira é de mar calmo, o que dificultaria muito o desempenho dos atletas.

- Medidas paralelas -A chegada da tempestade obrigou a tomada de outras medidas preventivas no Japão.

Ordens de evacuação foram emitidas na área ao redor da costa de Atami, que foi recentemente atingida por deslizamentos de terra, deixando 21 mortos e seis desaparecidos.

Alguns serviços ferroviários, principalmente trens de alta velocidade, serão suspensos a partir da tarde de terça-feira, também por conta da tempestade.

A Agência Meteorológica Japonesa classificou o Nepartak como uma tempestade tropical em seu site em inglês, mas como um tufão em japonês. A Marinha dos Estados Unidos fala de uma tempestade tropical.

A temporada de tufões no Japão vai de maio a outubro, com pico em agosto e setembro.

Quando o Japão sediou o Mundial de Rúgbi em 2019, três partidas da fase de grupos tiveram que ser canceladas devido ao tufão Hagibis, que matou cem pessoas.

As Olimpíadas de Tóquio começaram na sexta-feira após um atraso de um ano devido à pandemia do novo coronavírus. Seu encerramento está previsto para domingo, dia 8 de agosto.

si-kaf/ras/dr/psr/aam

Esporte