PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Chile vence a Bolívia (1-0) e é líder provisório do Grupo A da Copa América

18/06/2021 20h23

Cuiabá, Brasil, 18 Jun 2021 (AFP) - O Chile venceu a Bolívia sem grandes dificuldades por 1 a 0 nesta sexta-feira, pela segunda rodada do Grupo A da Copa América do Brasil-2021, resultado que coloca a 'Roja' no caminho certo para as quartas de final.

Já a seleção conhecida como 'La Verde', desfigurada devido a uma série de casos de covid-19, lutou o melhor que pôde, mas acabou sendo superada pelo jogo do Chile, impulsionado pelo gol do anglo-chileno Ben Brereton logo aos 10 minutos de jogo em Cuiabá.

Os jogadores comandados por Martín Lasarte se sentiram à vontade na Arena Pantanal, onde o Chile começou com sucesso sua aventura na Copa do Mundo de 2014, naquela época dirigido por Jorge Sampaoli, quando derrotou a Austrália por 3 a 1.

Com este resultado a Roja chegou a 4 pontos após o empate em 1 a 1 com a Argentina na estreia, enquanto a Bolívia emendou sua segunda derrota em duas partidas após o 3 a 1 contra o Paraguai.

A partida também foi marcada pela histórica estreia de um árbitro europeu na Copa América. O espanhol Jesús Gil Manzano apitou sem complicações e mostrou apenas três cartões amarelos (dois para a Bolívia e um para o Chile).

- Gol de Brereton -"Não há dois jogos iguais", havia dito Lasarte no jogo anterior e é por isso que a Roja não podia se dar ao luxo de um novo tropeço contra a Bolívia, após o 1 a 1 em Santiago pelas Eliminatórias.

E foi assim que ele fez Green se sentir desde que a bola começou a rolar. A resistência da Bolívia durou 9 minutos, porque aos 10 viu Brereton se emocionar ao marcar seu primeiro gol com a camisa chilena neste que foi apenas seu segundo jogo pela seleção nacional.

O jogador do Blackburn Rovers recebeu sozinho em velocidade de Eduardo Vargas após um contra-ataque perfeito armado por Arturo Vidal. Ele driblou um zagueiro na grande área e soltou a bomba, sem chances para o goleiro Carlos Lampe.

A partir daí tudo ficou mais fácil para o Chile, que se lançou ao ataque mas foi impreciso nos metros finais em três situações claras de gol, como em um chute de Vargas que subiu demais e em duas finalizações de Brereton bem defendidas por Lampe.

- Bolívia tenta reagir -A Bolívia tentou uma resposta tímida no segundo tempo, mas insuficiente para desestabilizar Claudio Bravo.

Sem seu artilheiro Marcelo Moreno, infectado pela covid-19 e suspenso por uma rodada por criticar a Conmebol pelas infecções registradas durante a Copa América, a Verde se mostrou uma equipe inofensiva e previsível.

O Chile diminuiu o ritmo vertiginoso por volta dos 60 minutos de jogo, dando algum fôlego à Bolívia e uma tentativa de reação que foi rapidamente reprimida pela defesa liderada pelo "Pitbull" Gary Medel.

Foi um jogo fácil para o Chile que se impôs e encaminhou sua classificação para as quartas de final, enquanto a Verde, com duas derrotas, se complicou no torneio.

cl/ma/ol/aam

Esporte