PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Chile mistura jogadores consagrados com jovens promessas para voltar a brilhar na Copa América

11/06/2021 00h16

Santiago, 11 Jun 2021 (AFP) - O técnico chileno, o uruguaio Martín Lasarte, anunciou nesta quinta-feira a lista de convocados para a Copa América do Brasil-2021 com uma mistura de nomes consagrados da geração de ouro e novas promessas de quem terá que assumir a mudança geracional.

Em busca de seu terceiro título continental, depois dos obtidos em 2015 e 2016, a 'Roja' terá os pilares desses triunfos, como Arturo Vidal, Alexis Sánchez, Claudio Bravo e Gary Medel, e vai combiná-los com uma nova geração jogadores já consolidados em clubes de alto nível além de jovens promessas do futebol local.

Vidal, principal dúvida do treinador devido ao seu recente teste positivo para covid-19, viajará com o grupo para a Copa América, esperando que definitivamente possa jogar, já que nas últimas duas rodadas das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo do Catar-2022 disputada entre a última quinta e terça-feira não pôde jogar.

Lasarte, que comandou o Chile em apenas duas partidas oficiais, mais uma vez apostou nos destaques de uma geração que já tem mais de 30 anos e começa a sentir a idade, embora tenha um desempenho exemplar.

Com o Bravo na baliza, Medel como líder da defesa, Charles Aránguiz dominando no meio do campo, Vidal no ataque e Sánchez como referência ofensiva, o Chile terá que preencher o restante da escalação com nomes que começam a trilhar um caminho como protagonistas da sucessão.

Os defensores Francisco Sierralta e Guillermo Maripán já se mostraram suficientemente competentes para proteger a retaguarda; César Pinares e Erick Pulgar combinam perfeitamente com Vidal e Aránguiz; e o ataque ainda busca um parceiro para Sánchez para dar garantias de reposição ao eterno Eduardo Vargas, que também estará no Brasil.

Além deles, Lasarte depositou sua confiança em jovens como Luciano Arriagada, de 19 anos e atacante do Colo Colo, o meia ofensivo da Universidade do Chile Pablo Aránguiz (24) e o zagueiro Daniel González (19) do Santiago Wanderers.

O Chile faz parte do Grupo A da Copa América ao lado da Argentina, contra a qual estreia no dia 14 de junho no Rio de Janeiro, Bolívia, Uruguai e Paraguai.

- Lista de convocados da seleção chilena para a Copa América:

Goleiros: Claudio Bravo (Betis, ESP), Gabriel Arias (Racing, ARG) e Gabriel Castellón (Huachipato).

Defensores: Mauricio Isla (Flamengo, BRA), Guillermo Maripán (Monaco, FRA), Gary Medel (Bologna, ITA), Eugenio Mena (Racing, ARG), Sebastián Vargas (Monterrey, MEX), Francisco Sierralta (Watford, ING), Enzo Roco (Fatih Karagumruk, TUR), Daniel González (Santiago Wanderers).

Meias: Tomás Alarcón (O'Higgins), Charles Aránguiz (Bayer Leverkusen, ALE), Claudio Baeza (Toluca, MEX), Pablo Galdamés (Vélez, ARG), César Pinares (Grêmio, BRA), Erick Pulgar (Fiorentina, ITA), Arturo Vidal (Inter de Milão, ITA), Pablo Aránguiz (Universidad de Chile) e Marcelino Núñez (Universidad Católica).

Atacantes: Ben Brereton (Blackburn Rovers, ING), Jean Meneses (León, MEX), Clemente Montes (Universidad Católica), Felipe Mora (Portland Timbers, EUA), Carlos Palacios (Inter de Porto Alegre, BRA), Alexis Sánchez (Inter de Milão, ITA), Eduardo Vargas (Atlético Mineiro, BRA) e Luciano Arriagada (Colo Colo).

apg/ma/aam

Esporte