PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Uefa ameaça excluir clubes que participarem de uma 'Superliga'

18/04/2021 17h46

Paris, 18 Abr 2021 (AFP) - A Uefa anunciou neste domingo que vai excluir os clubes que participarem de uma "Superliga" independente, numa reação às novas especulações sobre este hipotético torneio que poderia concorrer com a Liga dos Campeões, que terá modificações anunciadas na segunda-feira.

"Alguns clubes ingleses, espanhóis e italianos podem pensar em anunciar a criação de uma chamada Superliga independente", divulgou a entidade que rege o o futebol europeu em um comunicado, no qual classifica o projeto de "cínico".

"Conforme anunciado anteriormente pela Fifa (...), os clubes envolvidos seriam proibidos de participar em qualquer outra competição a nível nacional, europeu ou mundial, e aos seus jogadores poderia ser negada a possibilidade de representar as suas selecções nacionais."

A Uefa e a Fifa já haviam anunciado medidas duras em janeiro quando surgiram as primeiras especulações sobre esse novo torneio.

A punição com exclusão das competições internacionais teria consequências graves, uma vez que os clubes que teoricamente participariam desta superliga independente estão repletas de jogadores estrangeiros, que seriam proibidos de atuar por suas seleções nacionais.

Resta saber se tal medida estaria em conformidade com o direito europeu da concorrência, ponto que abre a possibilidade de uma batalha jurídica se os clubes insistirem em organizar esta competição.

O anúnico desta posição da Uefa surge na véspera da reunião de seu Comitê Executivo (nesta segunda-feira, a partir das 04h00 de Brasília) para aprovar uma profunda reforma da Liga dos Campeões, com a qual pretende eliminar a possibilidade de surgimento dessa Superliga.

Vários meios de comunicação publicaram este domingo a possível oficialização de um projeto da Superliga, questão que periodicamente surge e desaparece no futebol europeu há muito tempo e é frequentemente utilizada pelos grandes clubes nas suas brigas com a Uefa pelos motivos mais variados.

De acordo com o New York Times, gigantes como Real Madrid, Barcelona, Manchester United, Manchester City, Liverpool, Chelsea, Juventus e Milan estão envolvidos com o projeto e pelo menos doze times no total "se inscreveram para tornar membros ou manifestaram interesse".

A Uefa agradeceu aos clubes que não se manifestaram a favor desta inciativa independente, "em particular aos times franceses e alemães, que se recusaram a participar deste projeto".

jed-dec/jr/dr/pser/lca

Esporte