PUBLICIDADE
Topo

Barcelona

'Dou nota dez para esta equipe', diz técnico do Barcelona

Ronald Koeman em entrevista coletiva do Barcelona - Fran Santiago/Getty Images
Ronald Koeman em entrevista coletiva do Barcelona Imagem: Fran Santiago/Getty Images

De Barcelona, Espanha

09/02/2021 13h53

O treinador do Barcelona, o holandês, Ronald Koeman, está satisfeito com a evolução da sua equipe nas últimas semanas, afirmando que dá "nota dez" e evitou entrar em mais polêmicas sobre o suposto interesse do PSG pelo atacante argentino Lionel Messi.

"A confiança da equipe aumentou, nos concentramos melhor do que antes a cada jogo, nos orgulhamos de vários jogos em que tivemos que virar, onde passamos por muitos problemas", declarou Koeman durante a entrevista coletiva.

Na véspera da partida com o Sevilla pela semifinal da Copa do Rei e a uma semana de enfrentar o PSG pelas oitavas da Champions League, o técnico do time catalão queria "destacar a mentalidade do grupo".

"O caráter dos jogadores, temos uma equipe de qualidade e estamos atuando bem apesar dos desfalques, de jogadores importantes, agora dou nota dez para este time", acrescentou Koeman.

O treinador evitou gerar mais polêmica sobre o possível interesse do PSG por Messi depois que a revista France Football publicou uma capa com o craque argentino vestindo a camisa do clube de Paris.

Além disso, também veio à tona as declarações do treinador do também francês Lyon, Rudi García, afirmando que o holandês não se pode queixar porque também demonstrou interesse por Memphis Depay,atacante de sua equipe.

"Se querem falar do futuro de Messi, que falem. Se o treinador do Lyon, que parece gostar de estar na imprensa para aparecer, fala, isso não é importante para mim", disse Koeman.

O técnico do Barcelona, porém, voltou a elogiar o trabalho e a carreira de Lionel Messi, também homenageado no Super Bowl como um dos maiores atletas da história.

"O que o Messi fez no Barça é algo incrível, o número de gols, os títulos. O Messi é o maior do futebol. É sempre difícil comparar com outros como Cruyff, Pelé ou Maradona, mas o que vi do Messi nos últimos 15 ou 20 anos é algo realmente especial ", concluiu.

Barcelona