PUBLICIDADE
Topo

Esporte

'Não vou pedir demissão de nada', diz Zidane

01/12/2020 18h32

Kiev, 1 dez 2020 (AFP) - O técnico do Real Madrid, Zinedine Zidane, ficou decepcionado nesta terça-feira após a derrota por 2 a 0 para o ucraniano Shakhtar Donetsk, que complicou sua luta por vaga nas oitavas de final da Liga dos Campeões, mas afirmou que não pensa em "pedir demissão".

"Não, de jeito nenhum, não vou pedir demissão de jeito nenhum. Vamos continuar", disse Zidane na coletiva pós-jogo, após ser questionado se uma possível saída é considerada devido aos maus resultados da equipe no início da temporada .

"Estivemos muito bem na primeira parte, merecíamos o primeiro gol e teria mudado tudo, os gols deles causaram danos, tivemos duas ou três oportunidades, bolas na trave, mas a bola não quis entrar e depois foi complicado", declarou o treinador.

"Tivemos momentos delicados, vamos ter sempre momentos difíceis", acrescentou Zidane, considerando que "é uma má sequência de resultados, mas temos de continuar".

"Hoje foi uma final, preparamos muito bem, fizemos um ótimo primeiro tempo. Sabemos que temos um jogo pela frente e temos que vencer e pensar em passar de fase", disse declarou.

"Sempre tivemos momentos delicados e sempre haverá neste clube", acrescentou o francês, que espera reverter a situação.

"Tenho força e vou dar o meu melhor e também os jogadores", afirmou.

"Fizemos um bom jogo e merecemos mais, temos que levantar a cabeça e pensar no próximo jogo, quando há uma sequência ruim não há escolha a não ser pensar no outro jogo e seguir em frente", explicou.

"É um momento difícil, mas nos momentos difíceis temos de trazer à tona o nosso caráter", insistiu.

"É uma pena porque não merecíamos perder e vamos ter que vencer o último jogo porque hoje não conseguimos, mas vamos acreditar e lutar", concluiu.

gr/mcd/lca

Esporte