PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Lewis Hamilton vence GP de Portugal e bate recorde de vitórias de Schumacher

25/10/2020 14h29

Portimao, Portugal, 25 Out 2020 (AFP) - O piloto inglês Lewis Hamilton, da Mercedes, venceu o Grande Prêmio de Portugal de Fórmula 1 neste domingo, e chegou à vitória de número 92 na categoria, ultrapassando o recorde de 91 conquistas do alemão Michael Schumacher.

O segundo lugar ficou com o finlandês Valtteri Bottas, companheiro de equipe de Hamilton, e o terceiro com o holandês Max Verstappen, da Red Bull.

Essa foi a sétima vez que o inglês terminou uma das 12 etapas da atual temporada em primeiro lugar, somando assim 230 pontos na liderança do Mundial, muito à frente do segundo colocado Botas (161) e do terceiro Verstappen (141), faltando cinco provas para o fim do campeonato, no qual pode chegar ao sétimo título, igualando outro recorde de Schumacher.

"Ainda não tive tempo para pensar muito sobre isso, ainda estou mentalmente na corrida", respondeu Hamilton sobre a importância de ser, a partir de agora, aos 35 anos, o detentor do recorde de vitórias na F1.

Após a bandeirada final, parou nos boxes em frente ao painel com o número 1, desceu do carro e foi dar um abraço no pai, que foi a Portugal acompanhar a prova, que contou com a presença de cerca de 25 mil espectadores no circuito em Portimão, sob estritas medidas sanitárias devido à pandemia do coronavírus.

"Devo isso às pessoas da equipe que não param de inovar e trabalhar", acrescentou o atual campeão da categoria, que conquistou cinco de seus seis títulos mundiais com a Mercedes.

- Chuva de recordes -"Hoje foi duro, mas acima de tudo foi uma questão de temperatura", disse o vencedor, já que os pilotos tiveram que lidar com o desgaste dos pneus, além do aquecimento difícil, no novo asfalto de Portimão.

Fechando as dez primeiras posições, o monegasco Charles Leclerc (Ferrari) terminou em 4º, seguido pelo francês Pierre Gasly (5º, Alpha Tauri), Carlos Sainz (6º, McLaren), Esteban Ocon (8º) e Daniel Ricciardo (9º), ambos da Renault, e Sebastian Vettel (10º, Ferrari).

Hamilton fez sua estreia na F1 em 2007 e continua sendo o único piloto negro. Seu primeiro título foi conquistado em 2008, quatro anos após o último campeonato de Schumacher, que ele substituiu na Mercedes no início de 2013.

O britânico também ultrapassa 'Schumi' em número de pódios (161 por 155), em 'pole position' (97 por 68) e na conquista de 'pole', volta mais rápida e vitória no mesmo Grande Prêmio , feito que foi alcançado novamente neste fim de semana.

Apesar de tudo, a Mercedes não conseguiu garantir o seu 7º título consecutivo de construtores em Portugal, embora a equipe alemã tenha uma vantagem significativa sobre a Red Bull.

A Mercedes domina a F1 desde o advento dos motores híbridos em 2014. O único título que escapou de Hamilton desde então foi para seu companheiro de equipe na época, o alemão Nico Rosberg, em 2016.

-- Classificação final do Grand Prêmio de Portugal, 12ª etapa do Campeonato Mundial de Fórmula 1, disputado neste domingo no circuito do Algarve (4,653 km):

1. Lewis Hamilton (ING/Mercedes) os 306,826 km em 1 h 29:56.828 com 204,670 km/h de média

2. Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) a 25.592

3. Max Verstappen (HOL/Red Bull-Honda) a 34.508

4. Charles Leclerc (MON/Ferrari) a 1:05.312

5. Pierre Gasly (FRA/AlphaTauri-Honda) a 1 volta

6. Carlos Sainz Jr (ESP/McLaren-Renault) a 1 volta

7. Sergio Pérez (MEX/Racing Point-Mercedes) a 1 volta

8. Esteban Ocon (FRA/Renault) a 1 volta

9. Daniel Ricciardo (AUS/Renault) a 1 volta

10. Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) a 1 volta

11. Kimi Räikkönen (FIN/Alfa Romeo Racing-Ferrari) a 1 volta

12. Alexander Albon (TAI/Red Bull-Honda) a 1 volta

13. Lando Norris (ING/McLaren-Renault) a 1 volta

14. George Russell (ING/Williams-Mercedes) a 1 volta

15. Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo Racing-Ferrari) a 1 volta

16. Kevin Magnussen (DIN/Haas-Ferrari) a 1 volta

17. Romain Grosjean (FRA/Haas-Ferrari) a 1 volta

18. Nicholas Latifi (CAN/Williams-Mercedes) a 2 voltas

19. Daniil Kvyat (RUS/AlphaTauri-Honda) a 2 voltas

Volta mais rápida: Lewis Hamilton (INGMercedes) 1:18.750 na 63ª volta (média: 267,337 km/h)

Abandono:

Lance Stroll (CAN/Racing Point-Mercedes): problema mecânico 52ª volta

jld/dif/gh/lca

Esporte