PUBLICIDADE
Topo

Tênis

Algoz de Nadal em Roma, Schwartzman vence semi e enfrenta Djokovic na final

O tenista argentino Diego Schwartzman comemora vitória sobre Denis Shapovalov no Torneio de Roma - Clive Brunskill/AFP
O tenista argentino Diego Schwartzman comemora vitória sobre Denis Shapovalov no Torneio de Roma Imagem: Clive Brunskill/AFP

20/09/2020 17h55

Roma, 20 Set 2020 (AFP) - O tenista argentino Diego Schwartzman garantiu neste domingo sua vaga na final do torneio Masters 1000 em Roma, onde enfrentará o número 1 do mundo Novak Djokovic, oito dias antes do início de Roland Garros.

Depois de eliminar Rafael Nadal nas quartas de final, o argentino derrotou o canadense Denis Shapovalov na semifinal após uma maratona de mais de 3h10 (6-4, 5-7 e 7-6), sob aplausos do público, cuja presença foi autorizada pela primeira vez (apenas 1.000 pessoas puderam assistir).

Schwartzmann, 15º do mundo, confirma assim a sua grande fase, um dia após a surpreendente vitória sobre aquele que é considerado o rei do saibro, Rafael Nadal.

Aos 28 anos, ele jogará sua primeira final em um Masters 1000 na segunda-feira.

Já o sérvio Novak Djokovic se classificou para sua décima final do Torneio de Roma ao vencer o norueguês Casper Ruud (7-5 e 6-3).

O número 1 do mundo busca o 36º título do Masters 1000 em Roma, o que lhe permitiria ultrapassar Rafael Nadal nesta categoria, a segunda mais importante depois do Grand Slam (ambos possuem atualmente 35 torneios).

Djokovic sofreu para superar Ruud, 34º do mundo, mas se superou em momentos importantes, em uma partida intensa.

"Mesmo depois de 15 anos no circuito, continuo me divertindo e ainda estou faminto por títulos", garantiu o sérvio após sua classificação, "mesmo com nada ganho ainda", se referindo à final.

O número 1 também falou sobre a presença dos espectadores: "Senti muita falta deles e todos os jogadores sentiram falta deles", observou o tenista. "Espero ver mais nos próximos torneios também, foi uma ótima notícia quando descobrimos que jogaríamos para uma plateia. É também um bom sinal, em comparação com a situação geral da Covid, esperamos que as coisas melhorem", acrescentou.

Halep vence Muguruza

No feminino, a número 1 do mundo, Simona Halep, se classificou também neste domingo para a final do Torneio de Roma, em que buscará seu primeiro título depois das decisões perdidas em 2017 e 2018, após vencer Garbiñe Muguruza, enquanto Novak Djokovic (número 1) também espera um adversário na final.

A romena teve que trabalhar muito contra a espanhola nascida em Caracas, para vencer a partida em três sets (6-3, 4-6 e 6-4).

Na segunda-feira ela vai enfrentar a atual campeã, a tcheca Karolina Pliskova (4ª do mundo), que venceu e sua compatriota Marketa Vondrousova, finalista em Roland Garros no ano passado, por 6-2 e 6-4.

Ao vencer esta semifinal entre duas ex-campeãs de Roland Garros, Halep alcançou sua 13ª vitória consecutiva.

A primeira cabeça de chave optou por não participar dos torneios de quadra dura de Nova York, para se preparar melhor para o Grand Slam da França, que começa em uma semana.

O Torneio de Roma, disputado no saibro, distribui 4.113.000 milhões de dólares na categoria masculina e 2.098.290 milhões de dólares na categoria feminina.

Simples feminino - Semifinais:

  • Simona Halep (ROM/N.1) x Garbiñe Muguruza (ESP/N.9) 6-3, 4-6, 6-4
  • Karolina Pliskova (CZE/N.2) x Marketa Vondrousova (CZE/N.12) 6-2, 6-4

Simples masculino - Semifinais:

  • Novak Djokovic (SRB/N.1) x Casper Ruud (NOR) 7-5, 6-3
  • Diego Schwartzman (ARG/N.8) x Denis Shapovalov (CAN/N.12) 6-4, 5-7, 7-6 (7/4)

Tênis