PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Morre aos 90 anos Gabriel Ochoa, técnico mais vencedor do futebol colombiano

09/08/2020 13h55

Bogotá, 9 Ago 2020 (AFP) - O médico Gabriel Ochoa, o treinador de maior sucesso do futebol colombiano com 13 títulos e que comandou a seleção da Colômbia, morreu neste sábado, aos 90 anos, anunciaram dirigentes esportivos.

Ochoa faleceu em sua casa, na cidade de Cali, devido a enfermidades associadas à idade avançada. Em junho, ele foi hospitalizado durante duas semanas em uma clínica em Cali.

"A Federação Colombiana de Futebol lamenta a morte de Gabriel Ochoa Uribe e envia uma mensagem de apoio e conforto a sua família, amigos e parentes", afirmou a entidade em nota.

Médico de profissão, Ochoa foi goleiro do Millonarios, clube de Bogotá, com o qual conquistou quatro títulos (1949, 1951, 1952 e 1953).

Como técnico, foram 13 taças: sete com o América de Cali, cinco com os Millonarios e um com o Santa Fe.

Ele também foi o técnico da seleção colombiana nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 1986, mas não conseguiu a classificação.

Neste sábado, o ministro do Esporte da Colômbia, Ernesto Lucena, lamentou a morte de Ochoa.

"Um MESTRE em todos os sentidos. Obrigado pelos ensinamentos e por tudo o que foi feito no esporte do nosso país", disse o dirigente em sua conta no Twitter.

No América, Ochoa liderou grandes nomes do futebol sul-americano, como os argentinos Julio Falcioni e Ricardo Gareca, este último atual técnico da seleção do Peru.

Com os 'diablos rojos' foi finalista da Libertadores de 1985, 1986 e 1987. Ochoa se aposentou dos campos em 1991 dirigindo o América.

O clube o homenageou nas redes sociais como o "ídolo e treinador mais vencedor" de sua história. "Paz em seu túmulo para o MAIOR!", acrescentou em sua mensagem de condolências.

vel/gm/aam

Esporte