PUBLICIDADE
Topo

Tênis

Nadal desiste de jogar US Open por causa do coronavírus

O tenista espanhol Rafael Nadal fez o anúncio nas redes sociais - ALESSANDRO BIANCHI
O tenista espanhol Rafael Nadal fez o anúncio nas redes sociais Imagem: ALESSANDRO BIANCHI

Em Nova York (Estados Unidos)

04/08/2020 15h48

Devido aos riscos trazidos pela pandemia do novo coronavírus, o tenista espanhol Rafael Nadal, número 2 do mundo, abriu mão hoje de tentar revalidar seu título do Aberto dos Estados Unidos, cujo primeiro cabeça de chave é o sérvio Novak Djokovic.

"Depois de muito pensar, decidi não participar do US Open deste ano. A situação da saúde continua muito complicada em todo o mundo, com casos de covid-19 e surtos que parecem fora de controle", disse Nadal em sua conta no Twitter. "Sabemos que o calendário deste ano, após quatro meses sem jogar, é uma loucura".

Após meses de incertezas devido à propagação da pandemia nos Estados Unidos, os organizadores mantiveram a realização do torneio do Grand Slam em Nova York entre 31 de agosto e 13 de setembro, fechando os portões para os torcedores.

O anúncio de Nadal coincidiu com a publicação da lista inicial de participantes do US Open, na qual estão sete dos 10 primeiros do ranking ATP, incluindo o número 1, Novak Djokovic.

Mais cedo, os organizadores do Masters 1000 de Madri, programado para acontecer entre os dias 12 e 20 de setembro, anunciaram que o torneio "não será realizado este ano", seguindo as recomendações do governo regional de Madri, que desaconselhava a realização devido a surtos de coronavírus.

"Depois de monitorar a situação por meses, os organizadores do Masters 1000 de Madri foram forçados a cancelar o torneio devido à difícil situação que a covid-19 continua a criar em todos os níveis", indicou um comunicado emitido pelos organizadores da competição da capital espanhola.

Madri tem contabilizado um crescimento elevado nos casos da doença nos últimos dias, com quase 3.000 pessoas infectadas nos últimos sete dias, de acordo com o último balanço oficial emitido hoje.

No total, a Espanha registra até o momento 302.498 casos e 28.498 mortes por covid-19 desde o início da pandemia.

Tênis