PUBLICIDADE
Topo

Real Madrid também sabe sofrer

14/07/2020 16h06

Madri, 14 Jul 2020 (AFP) - O Real Madrid mostrou na segunda-feira que também sabe sofrer, ao vencer por um apertado 2 a 1 o Granada e ficar a um passo do título do Campeonato Espanhol.

O grito de alívio e alegria do técnico merengue Zinedine Zidane no momento do apito final da partida, refletia o quanto sua equipe acabou tendo dificuldades para obter a nona vitória consecutiva.

"Para conseguir coisas nesta liga, você precisa sofrer, e nós sofremos", disse Zidane após o jogo, observando que "esse grito é normal no final, porque são três pontos muito importantes para o nosso objetivo".

Não é fácil ver o fleumático técnico francês mostrar suas emoções, mas na segunda no estádio Los Cármenes ele não teve como evitar devido ao desastre sofrido por sua equipe no segundo tempo.

Após uma etapa inicial em que o time da capital espanhola mostrou a superioridade e o domínio que a levou a vencer todos os jogos desde o reinício da competição após a pandemia de 11 de junho, o que veio a seguir quase terminou em desastre.

"O Real Madrid acabou sem fôlego", disse o colunista Alfredo Relaño na segunda-feira.

No segundo tempo, o gol de Granada, que acabou com a série de cinco jogos dos madrilhenos sem sofrer gol, levou a equipe de Zidane a se perder em campo pelos 40 minutos seguintes, mostrando um postura defensiva incomum.

- 'O título em jogo' - O time merengue que havia sido firme em todos os confrontos até então começou a mostrar sinais de nervosismo e algumas imprecisões, o que poderia lhe custar caro.

"A equipe se reuniu, vestiu o traje de trabalho e se preparou para sofrer conscientemente que nada menos que a LaLiga estava em jogo nessa rodada", disse o vice-diretor da marca, Carlos Carpio.

A vitória do Barcelona contra o Valladolid no sábado (1-0), que colocou os catalães um ponto atrás dos merengues, não permitia empate ou derrota a apenas duas rodadas do final, que serão disputadas na quinta-feira e o domingo.

"Espero que na quinta-feira possamos celebrar o título como Deus desejar", afirmou o capitão do time branco, Sergio Ramos, após a partida.

A equipe de Madri tem uma vantagem de quatro pontos sobre o Barcelona, com seis para disputar. Assim, o Real Madrid pode ser campeão na quinta-feira se vencer ou tiver o mesmo resultado os catalães contra o Osasuna.

Mas contra o Villarreal, o Real não poderá ter o apagão sofrido no segunda tempo contra o Granada.

"Em vez de matar o jogo procurando o 0-3, relaxamos. Essas coisas não podem acontecer porque qualquer um pode te derrotar se você não mantiver a intensidade. Vencemos o primeiro tempo e perdemos o segundo", disse Sergio Ramos.

"Tínhamos um oponente à nossa frente que nos colocava em dificuldades, mas mostramos que também podemos sofrer e para vencer uma liga, é preciso saber como sofrer", insistiu Zidane, que está bem perto de obter seu segundo título no campeonato espanhol como treinador merengue.

gr/psr/lva/lca

Esporte