PUBLICIDADE
Topo

Ginastas britânicas denunciam 'clima de medo e de abuso mental' no esporte

A ginasta Ellie Downie - Reproduçao/Instagram
A ginasta Ellie Downie Imagem: Reproduçao/Instagram

Londres (Reino Unido)

10/07/2020 15h40

As ginastas britânicas Becky e Ellie Downie, medalhistas no Mundial de ginástica do ano passado, denunciaram hoje "o clima de medo e de abuso mental" na modalidade, após a abertura de uma investigação pela federação.

Em declaração conjunta publicada nas redes sociais, as irmãs afirmaram terem sido vítimas de intimidações e abusos, especialmente relacionados ao peso corporal, o que, segundo Ellie, deixou "profundas cicatrizes que nunca irão se curar".

"Não nos dávamos conta até que ponto isso era negativo na época", revelaram Beckie, de 28 anos, e Ellie, de 20 anos. "Foram necessários anos e anos para compreender e aceitar".

As jovens decidiram se pronunciar publicamente após ouvir os testemunhos "valentes" de um número crescentes de ginastas.

"Nós duas reconhecemos o ambiente de medo e abuso mental que as que nos precederam descreveram com tanta valentia", disseram Beckie, medalhista de prata nas barras assimétricas no último mundial, em Stuttgart, e Ellie, bronze no salto.

"Durante muito tempo, a saúde e o bem-estar das meninas teve uma importância secundária numa cultura antiquada, cruel e que classificamos de ineficiente no ambiente do treinamento da ginástica feminina", completaram.

"Nos expressamos agora, um ano antes dos Jogos Olímpicos, porque temos o dever de zelar pelo bem-estar das jovens que estão começando na ginástica e sua segurança é mais importante que qualquer medalha olímpica", continuaram.

A diretora-geral da British Gymnastics, Jane Allen, afirmou estar "consternada e envergonhada" com as acusações.

Enquanto é pressionada pela opinião pública a realizar uma série de demissões no esporte, a dirigente optou por escrever uma carta a todos os membros da federação, na qual destaca a "valentia" das irmãs Downie e torce para que as palavras das atletas sirvam de impulso para uma mudança na ginástica.

A British Gymnastics anunciou na terça-feira uma investigação independente para esclarecer vários testemunhos "chocantes e estremecedores" de ginastas britânicas.

Esporte