PUBLICIDADE
Topo

Campeonatos

La Liga


Sevilla vence Betis por 2 a 0 em dérbi na retomada da liga espanhola

Lucas Ocampos (foto) e Fernando fizeram os gols que deram a vitória ao Sevilla em dérbi atípico - Sevilla FC/Divulgação
Lucas Ocampos (foto) e Fernando fizeram os gols que deram a vitória ao Sevilla em dérbi atípico Imagem: Sevilla FC/Divulgação

Da AFP, em Madri (Espanha)

11/06/2020 19h14

O Sevilla venceu hoje o Betis por 2 a 0, em um clássico atípico com portões fechados na retomada do Campeonato Espanhol, após a paralisação de três meses causada pela pandemia de coronavírus.

Um minuto de silêncio em homenagem às vítimas da covid-19 precedeu o pontapé inicial do jogo que abriu a 28ª rodada da Liga, a primeira das 11 que ainda faltam ser disputadas.

"É um dia realmente importante, porque estamos novamente diante de muitos torcedores de todo o mundo", disse o presidente da LaLiga, Javier Tebas, mais cedo, durante uma coletiva com a imprensa internacional.

Os gols da vitória do Sevilla foram marcados no segundo tempo, depois de dominar a primeira etapa. O atacante argentino Lucas Ocampos abriu o placar cobrando pênalti logo após o intervalo, aos 11 minutos, e o meia brasileiro Fernando tranquilizou a sua equipe, marcando de cabeça pouco depois, aos 17.

O jogo que reativou a terceira grande liga europeia (após a Bundesliga e a liga portuguesa) foi disputado "em circunstâncias que há três meses eram inimagináveis", disse o técnico do Sevilla, Julen Lopetegui.

"É diferente"

Duas vezes por ano, o dérbi Sevilla x Betis mobiliza toda a cidade de Sevilha, dividida em torcidas rivais que costumam lotar os respectivos estádios e vivem apaixonadamente a partida.

Mas desta vez não foi assim. O estádio Sánchez Pizjuán vazio e as rígidas medidas sanitárias que cercaram o duelo, deixaram claro que o "derbi sevillano" foi disputado com medo do coronavírus, o que não impediu que alguns torcedores se aproximassem do estádio, mesmo proibidos de entrar.

"É diferente, e a gente sente uma pena, mas, fora isso, a sensação é intensa também", disse à AFP Laura Marín, uma torcedora de Sevilla, que se aproximou do estádio com sua mãe e seu pai torcedor do Betis. "Na família estamos divididos", brincou ela, ao lado também de seu marido e o filho pequeno.

Laura é um dos 200 torcedores que foram ver a chegada dos ônibus da equipe, sob a vigilância da polícia, que garantiu que não haveria concentração de pessoas e que a distância de segurança seria mantida.

O campeonato espanhol continua amanhã, com o Granada recebendo o Getafe e o Valencia jogando em casa contra o Levante.