PUBLICIDADE
Topo

Esporte


Barcelona anuncia redução de salários por coronavírus

26/03/2020 19h54

Barcelona, 26 Mar 2020 (AFP) - A diretoria do Barcelona anunciou nesta quinta-feira uma redução nos salários para aliviar a situação criada pela pandemia do novo coronavírus, que forçou interrupção das competições esportivas em todo o mundo.

A paralisia do esporte na Espanha como consequência da pandemia da Covid-19 "significou a interrupção de todas as atividades, esportivas e não esportivas, do nosso clube".

"Diante desse cenário, o Conselho de Administração decidiu implementar uma série de medidas para mitigar seus efeitos e reduzir os efeitos econômicos dessa crise", segundo um comunicado da equipe Catalã.

Após uma reunião por vídeo nesta quinta-feira, o conselho de administração do Barça decidiu que todos os níveis do clube terão que reduzir seus salários, como forma de evitar perdas milionárias devido à interrupção de competições esportivas, especialmente futebol.

"Basicamente, é uma redução da jornada de trabalho, imposta pelas circunstâncias e pelas medidas de proteção adotadas e, como consequência, a redução proporcional da remuneração prevista nos respectivos contratos", aponta a nota do clube.

Algumas medidas que o Barça "deseja implementar escrupulosamente, seguindo regulamentos formais de trabalho, sob os critérios de proporcionalidade e, acima de tudo, de capital", acrescentou a diretoria, sem dar mais detalhes sobre os valores dessas reduções.

As ações empreendidas buscam "minimizar o impacto econômico que a crise do coronavírus está causando na atividade do FC Barcelona", acrescentou o clube.

Junto com essas medidas econômicas, o Barça também anunciou outras ações para combater o novo coronavírus, como colocar suas instalações a serviço do Departamento de Saúde do governo regional da Catalunha ou lançar um programa para monitorar sócios com mais de 80 anos de idade, uma das populações que mais correm risco com a epidemia.

A Espanha registrou 4.089 mortes e 56.188 casos confirmados de coronavírus, de acordo com o último balanço oficial desta quinta-feira.

A Espanha é o segundo país do mundo com mais mortes por Covid-19, apenas atrás da Itália e já à frente da China, onde começou a pandemia.

gr/pm/lca

Esporte