PUBLICIDADE
Topo

Olimpíadas

Olimpíadas podem ser adiadas, diz presidente da Federação de Atletismo

19/03/2020 09h22

Londres, 19 Mar 2020 (AFP) - O presidente da Federação Internacional de Atletismo (World Athletics), Sebastian Coe, admitiu nesta quinta-feira que seria possível adiar e reprogramar os Jogos Olímpicos de Tóquio devido à pandemia do novo coronavírus, amas considerou que é cedo para tomar uma decisão definitiva.

"É possível, tudo é possível neste momento", disse Coe ao ser questionado em uma entrevista na BBC se os Jogos poderiam ser adiados para setembro ou outubro.

"Acredito que a posição que o esporte tomou, e que era a sensação da conversa que tive outro dia com o COI (Comitê Olímpico Internacional) e outras confederações, é que ninguém diz que se deve seguir adiante com os Jogos custe o que custar", destacou.

"Não é uma decisão que deve ser tomada neste momento", completou.

Coe, que foi o presidente do Comitê Organizador dos Jogos de Londres-2012, destacou que adiar os Jogos de Tóquio para 2021 apresentaria vários problemas.

"A princípio pode parecer fácil, mas as federações aproveitam os anos que não são olímpicos para organizar seus Mundiais", disse.

O COI anunciou na terça-feira a intenção de organizar as Olimpíadas de Tóquio na data prevista (24 julho-9 agosto), mas os últimos dias os pedidos de adiamento foram reforçados.

Na terça-feira, a Eurocopa e a Copa América, que seriam disputadas em junho e julho de 2020, foram adiadas para 2021, enquanto o torneio de tênis de Roland Garros, que seria disputado em Paris no fim de maio e início de junho, foi reprogramado para setembro e outubro.

Na quarta-feira, o COI admitiu que "não há uma solução ideal" para os Jogos de Tóquio-2020 ante a pandemia do novo coronavírus.

Olimpíadas