PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Barça, Real Madrid e PSG têm a massa salarial mais alta da Europa, diz Uefa

Neymar abraça Mbappé e comemora gol do PSG sobre o Saint-Etienne - Anne-Christine POUJOULAT / AFP
Neymar abraça Mbappé e comemora gol do PSG sobre o Saint-Etienne Imagem: Anne-Christine POUJOULAT / AFP

Paris (França)

15/01/2020 21h55

Os dois gigantes do futebol espanhol, Barcelona e Real Madrid, são os clubes europeus com maior massa salarial, seguidos pelo Paris Saint-Germain, de acordo com dados divulgados hoje pela Uefa, correspondentes ao ano de 2018.

O Barça é o clube europeu que dedica mais dinheiro ao pagamento de seus jogadores, num total de 529 milhões de euros, seguido pelo Real Madrid, que 'apenas' destina 431 milhões para pagar os atletas, segundo os dados publicados em um relatório para a confederação europeia.

Esses números também estão relacionados à classificação tradicional publicada anualmente pela Deloitte, empresa de auditoria e consultoria, em função da receita dos clubes. Barcelona e Real Madrid ocupam as duas primeiras posições, com receitas de 841 e 757 milhões de euros, respectivamente, de acordo com os dados oferecidos pelo consultor.

O pódio de clubes que destinam mais dinheiro para o pagamento de seus atletas é completado pelo PSG, com 337 milhões de euros, com um aumento "significativo" de 24% na massa salarial que coincide com a chegada no verão europeu de 2017, do brasileiro Neymar e do jovem francês Kylian Mbappé.

Esse aumento na massa salarial do PSG também coincide com o crescimento de 18% na receita que o clube parisiense registrou em 2019, para 638 milhões de euros, um número quase que parecido com o oferecido pela Deloitte (635,9).

Apesar de o PSG ocupar apenas o quinto lugar entre os clubes mais ricos da Europa e o sexto em termos de receita com a venda de ingressos para o estádio (100 milhões de euros), o campeão da França é o clube que arrecada mais dos espectadores, gerando 93,3 euros por torcedor e jogo.

Futebol