PUBLICIDADE
Topo

Esporte


Al Sadd será adversário do Monterrey no Mundial de Clubes da Fifa

11/12/2019 17h31

Doha, 11 dez 2019 (AFP) - O Al Sadd catariano, campeão do país anfitrião e treinado pelo ex-craque do Barcelona Xavi, venceu nesta quarta-feira por 3 a 1 na prorrogação o modesto Hienghène, da Nova Caledônia, campeão da Oceania, e enfrentará o Monterrey, do México, nas quartas de final do Mundial de Clubes da Fifa.

O Monterrey, campeão da Concacaf, esperava o duelo desta quarta para descobrir seu adversário na estreia no Mundial de Clubes e a lógica acabou prevalecendo, apesar do enorme esforço que o Al Sadd precisou fazer para eliminar o Hienghène.

O argelino Baghdad Bounedjah abriu o placar aos 26 minutos de jogo pra o Al Sadd, aproveitando para desviar um cruzamento da esquerda. Mas, no início do segundo tempo, o time da Nova Caledônia empatou a partida com Amy Roine (49'), que apareceu por surpresa atrás da zaga catariana e finalizou com categoria.

Ambos os gols foram validados após revisão do VAR, no primeiro para analisar um possível impedimento e, no segundo, uma eventual falta do atacante do Hienghène.

Nitidamente dominado em campo, o Hienghène conseguiu aguentar a pressão do Al Sadd até a prorrogação, quando Abdelkarim Hassan (100') recolocou o time anfitrião à frente no placar com uma bomba de dentro da área, após cobrança de falta indireta.

No fim do segundo tempo da prorrogação, o português naturalizado catariano Pedro Miguel, selou a classificação do Al Sadd ao concluir com categoria um contra-ataque.

O vencedor do confronto entre Al Sadd e Monterrey, que duelam no sábado (14), enfrentará nas semifinais o Liverpool, atual campeão europeu.

Já o Flamengo, classificado diretamente para as semifinais por ser o campeão da Libertadores, espera pelo vencedor do outro confronto de quartas de final entre o Al-Hilal, da Arábia Saudita, e o Espérance, da Tunísia.

dr/mcd/am

Esporte