PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Lyon irá atacar para tentar eliminar Barcelona, afirma Genesio

12/03/2019 16h42

Barcelona, 12 Mar 2019 (AFP) - "A classificação só virá marcando gols", declarou nesta terça-feira o técnico do Lyon, Bruno Genesio, na véspera do confronto de volta das oitavas de final contra o Barcelona (0-0 na ida). A estratégia? Jogar "livremente" e "assumir riscos".

. Lyon quer jogar "livremente"Bruno Genesio (técnico do Lyon): "Temos que jogar nosso jogo, livremente. Sabemos que é difícil aqui (no Camp Nou). Teremos que abordar essa partida com muita humildade, mas também muita confiança em nós. É preciso dar tudo, mostrar que estamos em nosso lugar jogando uma eliminatória contra o Barcelona (...) O campo não é maior aqui do que em Lyon, Guingamp, Marselha ou Saint-Etienne. Temos que saber sofrer juntos para realizar algo enorme".

Nabil Fekir (capitão do Lyon): "Temos que jogar sem complexos. Vamos jogar para a frente, sem arriscar demais. Não vamos jogar com medo, e amanhã (quarta-feira) espera que seja uma boa partida. (...) Nossa força é estar confiante, mesmo sendo uma partida muito complicada. Precisamos ficar calmos e fazer muito mais esforço que de costume".

. Resultados imprevisíveis na ChampionsErnesto Valverde (técnico do Barcelona): "Não estamos preocupados com o que aconteceu no ano passado (em Roma), e sim com o jogo de amanhã. O que o Ajax conseguiu nos lembra que não há equipes pequenas. Na Liga dos Campeões percebemos que os jogadores ficam mais motivados, porque é mais difícil, é mais glamoroso também".

Fekir: "Isso nos inspira. Houve algumas surpresas. Mas viemos aqui para surpreender".

Genesio: "Tudo é possível no futebol. O Manchester United (contra o PSG) tinha nenhuma chance de avançar, mas conseguiu. Isso nos fortalece. Depois do jogo de ida temos 30% mais chances de avançar. Isso nos dá uma esperança suplementar, sabendo que cada partida é diferente".

. Outro 0-0 é "improvável"Genesio: "Não sei como irá se desenvolver o jogo de amanhã, mas não acabará 0 a 0. Há uma forte probabilidade que o cenário seja completamente diferente do jogo de ida. É preciso aceitar o fato de assumir riscos. A classificação virá marcando gols. Para marcar, é preciso assumir riscos, mas riscos calculados. Teremos que ser muito disciplinados, organizados, defendendo bem, mas também assumir riscos sempre que tivermos a bola para marcar".

. Fekir, o "jogador-chave"Valverde: "Fekir pode ser determinante. Ele joga no meio, mas pode também cair pelos lados, é difícil de situá-lo. Ele também é decisivo nos últimos 30 metros, é bom no um contra um. É o jogador-chave. Se o Lyon for dominado, ele pode mudar as coisas".

Genesio: "A presença de Nabil muda muito as coisas, na influência técnica que ele tem na nossa equipe, e também na confiança que ele passa aos outros jogadores, o grupo, a comissão técnica. É algo a mais, com certeza".

. "Um sonho de garoto" jogar no Camp NouFekir: "É um dos jogos mais importantes da minha carreira. Umas oitavas de final da Liga dos Campeões, é importante para os jogadores, para o clube e para os torcedores. Eu tive a sorte de disputar a Copa do Mundo (...) É um sonho de garoto poder jogar uma partida de Liga dos Campeões no Camp Nou, mas não é o mais importante. Viemos aqui para tentar nos classificar. Será um jogo especial para mim. Será preciso abstrair tudo isso e dar tudo de nós dentro de campo".

Respostas colhidas em coletiva de imprensa

ah/ps/am

MANCHESTER UNITED

AFC AJAX

Esporte