PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Zidane assume 'grande desafio' de voltar a comandar o Real Madrid

11/03/2019 21h44

Madri, 12 Mar 2019 (AFP) - O novo técnico do Real Madrid, Zinedine Zidane, se mostrou motivado nesta segunda-feira (11) ao voltar a assumir o comando da equipe reconhecendo que "é um grande desafio" liderar um segundo projeto do time da capital espanhola.

"Meu coração me diz que descansei estes meses", acrescentou Zidane, que substitui Santiago Solari, noves meses depois de ter deixado o cargo no final da temporada passada.

Após uma brilhante primeira fase à frente da equipe merengue, com a conquista de três 'Champions' consecutivas entre 2016 e 2018, Zidane volta para tentar consertar o rumo do Real Madrid, que ficou sem opções de títulos nesta temporada.

"O que quero é trabalhar outra vez e colocar o clube onde ele tem que estar", disse Zidane, durante sua apresentação como novo treinador 'merengue'.

"De novo você assume a responsabilidade como treinador em um momento de dificuldade", disse o presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, a seu novo técnico, que entende que assume um risco depois das boas lembranças deixadas há quase um ano.

"Acabam de me perguntar: 'Você não está assumindo um risco?', mas se eu pensasse nisso, não teria voltado. Não é só o fato de voltar, outras coisas me animam, é um segundo projeto para mim, para o clube", acrescentou.

"Vou enfrentar o desafio porque tenho muita vontade. Tenho muita vontade de voltar a treinar", garantiu Zidane, que justificou sua saída ao término da última temporada devido à necessidade de ar fresco na equipe.

- 'A melhor solução' -"Fui embora porque era o momento certo para mim, e creio que para o vestiário. Não fui porque queria mas porque achei que tinha que mudar alguma coisa", explicou.

"Quando fui era a melhor solução para todos, não só para mim", insistiu Zidane, lembrando que não queria ter ido a nenhuma outra equipe.

"Temos que mudar algumas coisas para o próximo ano, mas agora o importante é que voltei e temos tempo para falar e ver o que pode ser feito", disse.

"Mas hoje esse não é o tema. Nos restam onze partidas e o que queremos é acabar bem" a temporada, afirmou Zidane.

Terceiro colocado, a doze pontos do líder do campeonato, o Barcelona, a principal missão de Zidane é acabar o mais em cima possível entre os quatro primeiros para garantir a vaga na 'Champions' da próxima temporada.

"Ninguém vai me tirar a empolgação de voltar a treinar e vou fazer tudo para que a equipe melhore", insistiu Zidane, que assegurou que não teve nenhuma dúvida quando o presidente do Real Madrid o chamou para voltar a liderar a equipe.

"Agora o que tenho que fazer é pensar na partida de sábado (contra o Celta na Liga), voltar a estar com os jogadores e preparar o jogo de sábado", afirmou.

"Volta ao Madrid o melhor treinador do mundo. Estamos orgulhosos de que você esteja de novo conosco porque você representa a grandeza deste clube. Obrigado mais uma vez por sua lealdade e por fazer parte deste clube lendário", concluiu o presidente Pérez.

Esporte