PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Porto avança às quartas da Champions ao vencer a Roma na prorrogação

06/03/2019 21h51

Oporto, Portugal, 7 Mar 2019 (AFP) - O Porto se classificou nesta quarta-feira às quartas de final da Champions ao vencer a Roma por 3 a 1 no Estádio do Dragão na prorrogação, resultado que fez com que o time português revertesse o 2 a 1 que havia sofrido no jogo de ida na capital italiana.

O brasileiro Tiquinho Soares abriu o placar para o time da casa aos 26 minutos de jogo. Daniele De Rossi (37), em uma cobrança de pênalti, conseguiu o empate que garantia a vaga nas quartas de final para a equipe de Eusebio Di Francesco. Mas o maliense Moussa Marega (52) fez no segundo tempo o gol que levou o duelo para a prorrogação. Já no tempo extra, o brasileiro Alex Telles, de pênalti (116), conseguiu ampliar e colocar o Porto na próxima fase.

A equipe romana, que está fora das posições que classificam da Liga dos Campeões na Serie A e foi humilhada pela Fiorentina na Copa da Itália ao perder por 7 a 1, não conseguiu encontrar um remédio para seus males na competição europeia, diferente do ano passado, quando alcançou as semifinais sendo eliminada pelo Liverpool.

- Marega volta a marcar -Para conseguir a vaga nas quartas de final, o Porto de Sérgio Conceição teve que esperar 120 minutos de sacrifício e tensão em um estádio lotado.

A torcida empurrou ao máximo a equipe, que criou várias oportunidades. Um chute do mexicano Jesus Corona, outro na rede pelo lado de fora do zagueiro brasileiro Alex Telles (10), e uma chance de Corona (21) foram o prelúdio do gol de Tiquinho, que aproveitou na cara do gol um passe de Marega.

A alegria durou pouco já que um pênalti contra o argentino Diego Perotti foi assinalado e o veterano De Rossi marcou deslocando Casillas.

Em um final de primeiro tempo emocionante, outro mexicano, Héctor Herrera tentou um chute de frente (45) pouco antes de De Rossi deixar o campo, machucado (45+2).

Marega, que havia marcado em seus cinco jogos anteriores da 'Champions', voltou a balançar as redes após um cruzamento na pequena área de Corona.

Com isso ele se igualou no segundo lugar da artilharia a Lionel Messi (Barcelona) e Dusan Tadic (Ajax) com seis gols.

O polonês Robert Lewandowski (Bayern de Munique) lidera, com oito gols marcados na competição.

- Pênalti carimba vaga -Já na prorrogação, Telles levou o Estádio do Dragão ao delírio ao fazer um gol de pênalti que havia sido assinalado com o auxílio do VAR, devido a um empurrão na área.

Com a classificação, o goleiro espanhol Iker Casillas vai disputar suas primeiras quartas de final com o Porto.

É a primeira vez em quatro anos que a equipe portuguesa estará entre as oito melhores da Europa.

Após a partida, Alex Telles destacou a união dos jogadores e o apoio da torcida: "Não fui eu só que marquei o gol de pênalti, foi toda a equipe. O Dragão, um estádio cheio, fez eu me sentir à vontade. Era uma energia muito boa".

O técnico do Porto, Sérgio Conceição também se mostrou satisfeito: "Nós fizemos um jogo que beirou a perfeição. Para esta partida era importante recuperar certas características da nossa equipe. Nós voltamos a ser um time que pressiona, muito agressivo na perda da bola e que parte para cima. Desta vez eu pensei em uma estratégia sem o Brahimi. Existe uma concorrência saudável no nosso elenco que dá força a nosso grupo".

bur/iga/dr/aam

Esporte