PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Retomadas as buscas do avião desaparecido com jogador Emiliano Sala

23/01/2019 13h52

St Peter Port, Guernsey, 23 Jan 2019 (AFP) - As operações de busca do pequeno avião com o jogador de futebol argentino Emiliano Sala, desaparecido quando sobrevoava o Canal da Mancha, foram retomadas nesta quarta-feira (23) ao amanhecer - anunciou a polícia de Guernesey.

"Retomamos a busca. Dois aviões decolaram, e concentraremos nossas buscas em uma zona precisa, na qual, na nossa opinião, temos a maior probabilidade de encontrar algo, baseando-nos no estudo das marés e da meteorologia desde o desaparecimento do avião", tuitou a polícia às 7h30 GMT (5h30 em Brasília).

"Também serão examinadas do ar as zonas costeiras em torno de Aurigny, assim como as pedras e as ilhas", completou a polícia, que havia interrompido as operações na véspera ao pôr do sol.

Os socorristas estão privilegiando a hipótese de que Sala e o piloto, os dois únicos tripulantes do avião, poderiam ter realizado um pouso de emergência e se refugiado em um bote salva-vidas da própria aeronave.

O monomotor Piper PA-46 Malibu que levava o jogador de 28 anos cobria o trajeto Nantes-Cardiff e desapareceu dos radares na segunda-feira, às 20h20 GMT (18h20 em Brasília), a cerca de 20 quilômetros ao norte da ilha de Guernesey.

Na segunda, o controle aéreo da ilha vizinha de Jersey informou que a aeronave e seus dois ocupantes, que voavam inicialmente a 5.000 pés, pediram para descer e estavam a 2.300 pés, quando desapareceram do radar.

- "Está caindo aos pedaços" -Em uma mensagem de áudio enviada para amigos pelo WhatsApp, o jogador manifestou sua preocupação com o estado do avião pouco antes do desaparecimento, mas sua voz não parecia abalada, segundo a imprensa argentina.

"Estou aqui dentro do avião que parece que está caindo aos pedaços e estou indo para Cardiff", disse Sala na mensagem. "Se em uma hora e meia vocês não tiveram notícias minhas, não sei se vão mandar alguém me buscar, porque não vão me encontrar, mas já sabem. Papai! Que medo que tenho", teria dito o atacante.

Em Progreso, cidade natal de Sala na Argentina, reina a preocupação.

"São horas de incerteza, de muita dor e muita tristeza, esperando a notícia boa de que seja encontrado com vida", declarou à AFP Daniel Ribero, presidente do clube San Martin.

"Eu fechava e abria os olhos para ver se não estava sonhando, porque me parecia que era algo praticamente impossível o que estava acontecendo", lamentou Miguel Meynet, morador da cidade, que seguia "esperando um milagre". "Não dá para esperar outra coisa".

- Pensando no pior -Se caiu, "o avião teria se partido, e nessa caso não há esperança", declarou à AFP John Fitzgerald, diretor da agência de socorro marítimo Channel islands Airsearch.

"As horas vão passando e não sei de nada, me faz pensar o pior", declarou na terça-feira Horacio Sala, pai do jogador, à imprensa Argentina.

Sala tinha acabado de ser transferido do Nantes, da Primeira Divisão francesa, por 17 milhões de euros para o Cardiff, equipe galesa da Premier League que briga atualmente contra o rebaixamento.

"Ele não é só a transferência mais cara de nossa história, mas também o jogador que ia marcar os gols que iam permitir nossa permanência na Premier League", lamentou o torcedor do clube galês Josh Thomas.

Sala foi revelado pelo Bordeaux, onde chegou ainda adolescente através do Projeto Crescer, a escola de futebol criada pelo clube francês na província de Córdoba, na Argentina.

Cedido a diferentes clubes (Orléans, Niort e Caen), marcou gols mas não chegou a se firmar nas equipes, sendo vendido em 2016 ao Nantes por um milhão de euros.

Com o Cardiff, o jogador de 1,87 metro de altura havia assinado um contrato por três temporadas e meia.

Centenas de torcedores do Nantes se reuniram nesta terça-feira e fizeram uma homenagem improvisada ao jogador, colocando velas, flores, cachecóis e uma bandeira argentina em uma praça central.

Na segunda-feira, Sala voltou a Nantes para recuperar seus pertences no vestiário do clube francês, antes de se mudar definitivamente para Cardiff.

nma-pau/pn/sg/dr/am

Esporte