PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Secretário de Segurança de Buenos Aires renuncia após incidentes na final da Libertadores

26/11/2018 21h16

Buenos Aires, 26 Nov 2018 (AFP) - O secretário de Segurança da capital argentina, Martín Ocampo, renunciou nesta segunda-feira devido aos incidentes ocorridos antes da final da Copa Libertadores da América, no sábado, entre River Plate e Boca Juniors.

"Martín Ocampo apresentou sua renúncia devido aos fatos ocorridos no final de semana e aceitei o pedido", anunciou o prefeito de Buenos Aires, Horacio Rodríguez Larreta, em entrevista coletiva.

Ocampo será substituído pelo vice-prefeito, Diego Santilli.

Após o empate por 2 a 2 na Bombonera há duas semanas, no jogo de ida, a expectativa para a finalíssima superou os limites da paixão. A violência de torcedores novamente se voltou contra o espetáculo, em mais um capítulo do histórico de violência no futebol argentino.

No sábado, torcedores do River Plate utilizaram pedras e gases para agredir o ônibus do rival na chegada ao estádio Monumental de Núñez. Vários jogadores, entre eles o capitão Pablo Pérez, ficaram machucados por conta dos cacos da janela quebrada e dos artefatos que entraram no ônibus.

Os incidentes fizeram a Conmebol atrasar o horário previsto duas vezes para tentar realizar a partida, esperando uma recuperação dos jogadores do Boca. Após horas de suspense e confusão, a confederação sul-americana decidiu adiar a partida para domingo.

O jogo foi adiado novamente no domingo, para uma data ainda não definida.

Esporte