PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Federações britânicas pedirão autorização à Fifa para usar brasão comemorativo

30/10/2017 14h55

Londres, 30 Out 2017 (AFP) - As federações da Inglaterra, Irlanda do Norte, País de Gales e Escócia vão pedir autorização da Fifa e de seus adversários, nesta segunda-feira, para utilizarem um bracelete em homenagem aos soldados mortos na Primeira Guerra Mundial durante jogos entre seleções em novembro.

"Com os jogos internacionais previstos para a semana do Domingo da Lembrança (segundo domingo de novembro, próximo ao dia 11, data do armistício da 1ª Guerra Mundial), a intenção das nações é solicitar a permissão ao adversário e à Fifa para vestir um bracelete com o brasão da papoila", indicaram as quatro federações britânicas em comunicado comum.

A Fifa proíbe que os times mostrem símbolos políticos, religiosos ou comerciais durante os jogos, regra que foi duramente criticada na Grã-Bretanha. A primeira ministra Theresa May qualificou o fato como "escândalo absoluto".

Mas em setembro a federação internacional enviou novas ordens aos países, indicando que algumas iniciativas serão aceitas.

O documento deixa claro a proibição de todas as mensagens "pessoais e religiosas", mas a Fifa é menos clara sobre mensagens políticas. No entanto, símbolos ligados a partidos e governos continuam proibidos.

"Quando se organiza um evento nacional ou internacional, a sensibilidade do time adversário (inclusive seus torcedores) e do público devem ser levadas em consideração", acrescentou o documento.

Na última temporada, as quatro federações britânicas receberam multas da Fifa por conta disso.

Nos dias 9 e 12 de novembro, a Irlanda do Norte encara a Suíça na repescagem por uma vaga na Copa do Mundo da Rússia-2018.

A Escócia recebe a Holanda em amistoso, no dia 9, enquanto a Inglaterra enfrenta a Alemanha no dia 10. País de Gales e França também entram em campo.

Esporte